Administração do TJAC inspeciona instalação de rede lógica da Cepre

A Cepre tem a função de secretaria judiciária unificada, promovendo o cumprimento de decisões judiciais e executando atos processuais não decisórios nos feitos eletrônicos em trâmite nas unidades jurisdicionais atendidas

Na manhã desta segunda-feira, 20, o desembargador-presidente em exercício Roberto Barros, o corregedor-geral da Justiça Élcio Mendes e o desembargador Samoel Evangelista realizaram visita técnica ao Fórum dos Juizados Especiais. A inspeção avaliou o andamento da instalação de rede lógica que atenderá a Central de Processamento Eletrônico (Cepre).

A atividade foi acompanhada pelo juiz auxiliar da Corregedoria Lois Arruda, o juiz Alex Oivane, também pelos titulares das diretorias de Logística, Tecnologia da Informação e da Regional do Alto Acre, respectivamente Alessandra Araújo, Afonso Evangelista e Sérgio Evangelista, bem como pelos arquitetos responsáveis pelas intervenções prediais Auriene Cardozo, Jener Pontes, Flávio Soares e Jorge Pinheiro.

O desembargador Samoel foi designado como superintendente da Cepre. Ele enfatizou que a central simboliza um ganho de qualidade no atendimento ao jurisdicionado. “Esse é um novo modelo de gestão das nossas secretarias e isso é fruto de um esforço muito grande da Administração do tribunal, que tem se empenhado ao máximo para que a instalação ocorra com brevidade. A previsão é que o funcionamento se inicie em julho”, afirmou o superintendente.

O desembargador-presidente em exercício também enfatizou o trabalho concentrado a ser desempenhado pela unidade: “esse projeto busca a melhoria da prestação de serviço ao cidadão e busca acima de tudo coordenar e uniformizar o trabalho, deste modo, espera-se que os processos tramitem mais rápido”, disse Roberto Barros.

As obras estão nas fases finais. Nesta manhã estavam concluindo o cabeamento para organização dos nichos dos servidores. O desembargador-corregedor enfatizou ainda que os servidores da Cepre vão passar por treinamento, o que foi confirmado pela equipe da Ditec.

Já o juiz Alex Oivane assumiu como coordenador da Cepre. Ele também sinalizou sobre a importância do aprimoramento do fluxo de trabalho:  “esse novo sistema de atendimento representa uma reestruturação das secretarias. Elas devem dinamizar substancialmente a rotina pela especificidade do trabalho de todos os servidores envolvidos no projeto”.

Miriane Teles | Comunicação TJAC