Encontro discute medidas de enfrentamento à violência doméstica e familiar

Encontro realizado em Brasília contou com a participação da desembargadora Eva Evangelista e teve objetivo de conhecer ações no combate aos crimes de gênero

Representantes da Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Judiciário do Acre (COMSIV) visitaram o Centro Integrado de Operações de Brasília (CIOB), na quarta-feira, 17. O objetivo do encontro foi conhecer as ações realizadas pelo Órgão do Distrito Federal no combate aos crimes de gênero.

A desembargadora Eva Evangelista, coordenadora da COMSIV, integrou a comitiva de autoridades acreanas que foram até a capital nacional para a visita que também pretendeu articular parcerias para realizar a integração das ações entre o Acre e o Distrito Federal, visando o fortalecimento dos mecanismos de proteção à mulher.

Foto de uma mesa de reuniões em U, com participantes sentados em volta e usando máscara

O Centro Integrado brasiliense implantou o Dispositivo de Monitoramento de Pessoas Protegias, um mecanismo eletrônico desenvolvido dentro do projeto-piloto do Programa Mulher Mais Segura, que é distribuídos as mulheres com Medidas Protetivas de Urgência, para que elas acionem as autoridades policiais, antes da aproximação do agressor. O aparelho ainda permite que a mulher seja monitorada pelos departamentos de segurança responsáveis durante 24 horas por dia.

A primeira-dama do Estado Ana Paula Cameli, o subcomandante do Corpo de Bombeiros do Acre, coronel Charles Silva e a presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Acre, Taynara Martins também participaram do encontro.

*Fotos e informações Notícias do Acre

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, ,

Fonte: Atualizado em 18/06/2021