Desembargadora WALDIRENE Oliveira da Cruz Lima CORDEIRO

Des.ª Waldirene Cordeiro

Desembargadora Waldirene Cordeiro
Presidente da 2ª Câmara Cível

(Biênio 2019-2021)

Waldirene Oliveira da Cruz – Lima Cordeiro é brasileira, acreana, graduada Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Acre, em 1991, possuindo pós-graduação em Direito Público (2005), pela Faculdade Integrada de Pernambuco, em convênio com o Centro de Estudos Jurídicos da Procuradoria Geral do Estado do Acre e, Mestrado em Direito do Estado (2007), pela Universidade da Amazônia (PA).

Exerceu a advocacia privada, no período de março de 1991 a dezembro de 1995, e atuou como advogada das Prefeituras dos Municípios de Capixaba (1992-994) e Senador Guiomard (1994-1995).

Nos anos de 1996 e 1997 atuou como procuradora jurídica concursada da Prefeitura Municipal de Rio Branco.

Em 1998, após aprovação em concurso público, foi nomeada Promotora de Justiça substituta do Ministério Público do Acre, com exercício das suas atribuições, inicialmente, na Comarca de Xapuri.

Em março de 2000, foi vitaliciada no cargo de Promotora de Justiça, sendo promovida em 2001 ao cargo de promotora de Justiça de Entrância Especial, com atribuições junto a 9ª Promotoria Cível da Comarca da Capital, em 2009.

Ainda, no ano de 2009, foi removida, pelo critério de merecimento, para a Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público, Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social e Combate a Evasão Fiscal de Rio Branco. Exerceu suas atribuições como Promotora Auxiliar da Corregedoria Geral, além de ter atuado junto a diversas Promotorias de Justiça Cível, Criminal e Especializadas.

Exerceu a Coordenadoria Estadual da campanha nacional desenvolvida pelo Conselho Nacional de Procuradores-Gerais intitulada “O que você tem a ver com a corrupção?”.

É formada pelo Programa de Gestão Avançada do Advance Center de Amana-Key (2011), além de ter participado de diversos cursos de capacitação e de conhecimento estaduais e nacionais.

Em 2012, tomou posse como desembargadora, passando a integrar 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Acre.

Exerceu a função de Juíza Eleitoral, na classe de desembargador, no Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre, atuando, ainda, como Juíza da Propaganda Eleitoral, no ano de 2014.

Foi nomeada para compor a Comissão de Organização Judiciária, Regimentos, Assuntos Administrativos e Legislativos, no Biênio 2013-2015 (Portaria 504/2013).

Constituiu a equipe de trabalho que tinha por finalidade a revisão do Plano Estratégico (2015-2020).

Foi nomeada para compor a Comissão de Organização Judiciária, Regimentos, Assuntos Administrativos e Legislativos, no Biênio 2015-2017 (Portaria 409/2015).

Foi nomeada coordenadora Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar, biênio 2015-2017 (Portaria 456/2015).

Foi indicada como membro suplente no Núcleo Socioambiental Permanente, destinado ao planejamento, implementação, monitoramento de metas anuais e avaliação de indicadores de desempenho da Resolução 201/2015, do CNJ (Portaria 559/2015).

Exerceu a Presidência da 2ª Câmara Cível no período de 07/01/2014 a 05/02/2015 (Biênio 2013/2015).

Exerceu a Presidência da 2ª Câmara Cível no Biênio 2015/2017, no período de 06/02/2015 a 03/02/2017.

Exerceu a Vice-Presidência, a Corregedoria Geral e a Ouvidoria do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), no Biênio 2015-2017.

Foi nomeada para presidir a Comissão Estadual Judiciária de Adoção – CEJA, no Biênio 2017-2019 (Portaria 761/2017).

Ocupou o cargo de Corregedora-Geral da Justiça, no Biênio 2017-2019, sendo designada ainda para atuar como Gestora das Metas 1, 2, 3, 4, 6 e 7 do CNJ (Portaria Conjunta 01/2017).

Foi nomeada para a Comissão de Organização Judiciária, Regimentos, Assuntos Administrativos e Legislativos, no biênio 2017/2019 (Portaria 899/2017).

Preside a 2ª Câmara Cível (Biênio 2019/2021).

Foi nomeada Coordenadora do Núcleo Socioambiental, biênio 2019/2021 (Portaria 498/2019).

Foi nomeada Presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Portaria 964/2019).

Exerce a Coordenadoria do Projeto de Justiça Restaurativa do Programa Justiça Presente do Conselho Nacional de Justiça no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (Portaria 225/2020).

Fonte: COGER Atualizado em 06/03/2020