Reunião aborda novos indicadores para o Plano de Logística Sustentável no TJAC

PSL é adoção de práticas de sustentabilidade com vistas à construção de um novo modelo de cultura institucional

Em reunião na terça-feira, 3, a equipe do Núcleo Socioambiental Permanente (NUSAP) do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) discutiu com representantes de setores da Administração, sobre os alinhamentos relacionados as atividades planejadas, em andamento e executadas do Plano de Logística Sustentável (PLS) da instituição. A finalidade é criar novos indicadores para serem trabalhados durante 2020, no Poder Judiciário Acreano, no que tange a área ambiental.

Coordenado pela desembargadora Waldirene Cordeiro, o NUSAP tem fomentado as boas práticas ambientais entre magistrados e servidores e, como resultado, alcançado bons números com reduções de R$ 46,9 mil em papel A4; diminuição na aquisição de impressoras e suprimentos, este último rendendo economia de R$ 304,4 mil; ocorreu redução de mais de 80% na utilização de copos plásticos; e foram enviados para reciclagem aproximadamente uma tonelada de itens, como papel, plástico, pilhas e baterias.

Todo o resultado, segundo destacou a coordenadora, foi possível através dos esforços das equipes em conscientizar o público da necessidade de mudanças de comportamento relaciona à preservação do meio ambiente. Ela ainda enfatizou sobre os projetos em andamentos e novas ações que devem ser elaboradas para atender a Agenda 2030.

O PSL atende à determinação contida na Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nº 201/2015, que impõe a adoção de práticas de sustentabilidade com vistas à construção de um novo modelo de cultura institucional e à inserção nos critérios de sustentabilidade nas atividades do Poder Judiciário.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, , ,

Fonte: Atualizado em 04/03/2020