Comarca de Feijó ganha novo espaço físico destinado a reunir setores

Com obras de reforma e readequação sai de cena a antiga residência de magistrados e passam a funcionar no local a Central de Mandados, a Diretoria do Foro, entre outros setores

Com as recentes obras de reforma e readequação promovidas pela Administração do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), a Comarca de Feijó ganhou um importante espaço destinado a reunir diversos setores em um único local: o novo prédio anexo do Fórum Juiz Quirino Lucas de Morais.

Antes utilizado como residência dos magistrados da Comarca, o espaço do anexo agora reúne a Central de Mandados (Ceman), o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), o Cartório Distribuidor, a Diretoria do Foro, o Setor de Expedição, bem como a sala dos oficiais de Justiça.

Na prática, a modificação realizada no espaço permitiu a total transformação do ambiente, que apresentava condições precárias – e, por isso, encontrava-se subutilizado – em uma nova estrutura voltada a agilizar movimentações processuais e o cumprimento de decisões judiciais, entre outros.

A mudança e readequação de espaços permitiu o aperfeiçoamento e aprimoramento das instalações físicas, que foram adequadas, modernizadas, garantindo, assim, mais acessibilidade a servidores, servidoras, usuários e usuárias dos serviços da Justiça na Comarca de Feijó, cujo município sede está localizado no Vale do Juruá, a 364 Km da capital acreana, Rio Branco.

A Diretora do Foro da Comarca de Feijó, a juíza de Direito Ana Paula Saboya, assinala que a mudança dá fim a um antigo problema enfrentado por servidoras e servidores – o desenvolvimento dos trabalhos em condições inadequadas de trabalho.

“É um resgate da dignidade dos nossos servidores. Os setores que irão funcionar no anexo são setores que desempenham funções importantes para o desenrolar dos processos. Sem a participação do oficial de Justiça, por exemplo, não tem como a gente se comunicar com os réus, com as vítimas e, assim, realizar as audiências e outros atos. Então, é muito importante essa mudança, traz dignidade para as equipes que desempenham esses trabalhos, seja na área cível, seja na área criminal”, comentou.

A magistrada, que é titular da Vara Criminal da Comarca, também fez questão de ressaltar a atuação direta do diretor Michel Feitoza no processo de reforma e readequação dos espaços, para que as obras ocorressem a contento, sem intercorrências que pudessem prejudicar o prazo de entrega.

Juíza de Direito Ana Paula Saboya e diretor de secretaria Michel Feitoza

Atualmente lotado na Diretoria do Foro, Clay Clemente é servidor do Poder Judiciário do Estado do Acre há 17 anos. O serventuário destaca que a mudança trará mais qualidade e eficiência aos serviços prestados pelos setores.

“Nós estamos realizando a mudança e, pelo que vimos até agora, ficou muito bom o prédio. A gente percebe que há bastante qualidade no trabalho que foi realizado nesse novo espaço e isso, certamente, vai se refletir em um trabalho mais qualificado em prol da nossa população”, disse o serventuário.

Jhonatan Lima é policial judicial há oito anos, também lotado na Comarca de Feijó. Ele lembra que a antiga estrutura já estava bastante comprometida, dificultando tanto a atuação dos agentes de segurança quanto dos demais servidores públicos, quadro que ficava ainda mais complicado nos dias de chuva.

Policial judicial Jhonatan Lima inspeciona espaço dedicado aos agentes de segurança

“Melhorou demais, ajudou bastante a forma com que vamos agora atender o nosso jurisdicionado. Antes nós não tínhamos qualidade no prédio, a estrutura era defasada, a pintura toda estourada, quando chovia alagava. E hoje nós não temos mais esse medo, né? Então, a gente está, assim, lisonjeado com o que o Tribunal de Justiça fez pra entregar esse novo anexo, que é, na verdade, um novo prédio”, ressaltou.

Vale lembrar que, no último mês de julho, a Administração do TJAC realizou a entrega de novos computadores aos servidores e servidoras das Comarcas de Feijó e Tarauacá. Os equipamentos foram entregues pela presidente do TJAC, desembargadora Waldirene Cordeiro, que, na ocasião, foi acompanhada pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Elcio Mendes.

O espaço anexo do Fórum Juiz Quirino Lucas de Morais aguarda agora somente a instalação dos aparelhos de climatização para entrar em funcionamento.

Marcio Bleiner Roma Felix | Comunicação TJAC