Membros do TJAC fazem visita institucional ao Comando de Fronteira Juruá

Na oportunidade, o desembargador Pedro Ranzi foi homenageado com medalha do Exército em alusão aos 34 anos de magistratura completados neste ano

Com a finalidade de estreitar laços institucionais, a presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Waldirene Cordeiro, acompanhada dos desembargadores Pedro Ranzi e Samoel Evangelista, visitou o Comando de Fronteira Juruá / 61º Batalhão de Infantaria de Selva nesta quinta-feira, 26.

Na oportunidade, a desembargadora-presidente agradeceu ao comandante do 61 BIS, coronel de Infantaria Wildson Pereira Santos, pela parceria do BIS com o Poder Judiciário acreano.
“Estou privilegiada em estar aqui com esses dois grandes desembargadores. Viemos confirmar o apoio que o Exército tem nos dado em tantas atividades. Demostração de gratidão ao Exército Brasileiro”, disse a desembargadora-presidente.
Os dois desembargadores, que já atuaram em Cruzeiro do Sul por muitos anos, compartilharam histórias vivenciadas nas décadas passadas e trocaram experiências.

Na ocasião, os desembargadores abordaram sobre o Projeto Cidadão, o Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e Socioeducativo (GMF) e fizeram o convite para que o comandante participasse da sessão itinerante da Câmara Criminal que acontece nesta sexta-feira, 27, na Cidade da Justiça.

O comandante, que assumiu recente o posto, agradeceu a visita dos desembargadores e salientou que a parceria trata de missão constitucional. “Defendemos o território, a justiça. São várias missões. Não conseguimos fazer nada sozinho. Ficamos lisonjeados com a visita de vocês. Estaremos à disposição”, disse o comandante que esteve acompanhado do tenente-coronel, Vinícius Ramirez.

Ao final, foi entregue uma medalha do Batalhão ao desembargador Pedro Ranzi em homenagem aos 34 anos de ingresso na magistratura e a desembargadora-presidente entregou o livro Acreanês, do desembargador Ranzi, ao comandante.

Ana Paula Batalha | Comunicação TJAC