Terapeuta realiza o sonho de ser mãe por meio da adoção

Para se candidatar à adoção é necessário ter mais de 18 anos de idade e ter 16 anos a mais que a criança a ser adotada

O depoimento da Elaine Fernandes é sobre esperança. A terapeuta ocupacional realizou o sonho de ser mãe, por meio da adoção. A coragem para sonhar orientou as decisões dessa mulher, que representa um exemplo para tantas outras que compartilham essa vontade, porém não conseguem realizá-la.

Devido a problemas ginecológicos, a gestação não seria possível. Contudo, a restrição biológica não encerrou seus planos, mas sim determinou outros novos. “Eu me cadastrei e me tornei apta para adoção. Então esperei. Até que um belo dia me ligaram para dizer que meu filho estava chegando”, explica o procedimento.

“A sensação é que eu vivi realmente uma gestação, mas sem ser de nove meses”, conta com lágrimas nos olhos e um grande sorriso no rosto. A adoção foi unilateral e por isso, vale sempre informar que não é preciso ser casada para adotar uma criança ou adolescente. O deferimento ocorreu por meio de uma decisão judicial proveniente da 2ª Vara da Infância e Juventude de Rio Branco.

O nome escolhido foi Daniel Ivan, uma homenagem da Elaine ao seu pai. Ele é nitidamente um filho muito carinhoso e inteligente. Enquanto sua mãe gravava seu depoimento, que está disponível no nosso canal do Youtube, ele seguia dizendo as letras que estavam afixadas na parede satisfeito.

Inclusive, foi justamente em uma dia que ele queria mostrar as letras, quando falou pela primeira vez a palavra “mãe”: “eu estava preparando a janta dele e ele veio correndo me puxando pra ver as letras e falou – mamãe – com certeza, é uma das lembranças mais marcantes que eu tenho”, compartilhou Elaine.

Hoje, Daniel tem 4 anos de idade e está no Pré-1. “Ele já lê algumas palavras, fala bem e sabe até reclamar”, brinca a mãe sobre os desafios da maternidade. “Não tenho palavras para explicar o que é ter meu filho em casa. É amor mesmo. É sentir os dedos de Deus na minha vida”, conclui.

Assista ao vídeo!


Você também sonha com a adoção? Saiba mais!

                                                                                                                                      Miriane Teles / Comunicação TJAC

Assessoria | Comunicação TJAC