TJAC promove em Xapuri abertura da Exposição Itinerante 5 Décadas da Justiça Acreana

Ideia é resgatar a memória da Justiça Estadual, principalmente em relação à defesa da democracia, e a garantia dos direitos dos cidadãos.

O Tribunal de Justiça do Acre promoveu oficialmente a abertura de uma inédita exposição sobre o Judiciário Estadual. A desembargadora-presidente Denise Bonfim conduziu a solenidade de abertura, que aconteceu no Fórum da Comarca de Xapuri.

Também participaram do evento o desembargador Francisco Djalma, vice-presidente do TJAC, o juiz-auxiliar da Presidência, Lois Arruda, e o juiz de Direito Luís Pinto, titular da unidade judiciária.

O prefeito de Xapuri, Ubiraci Vasconcelos; o promotor de Justiça, Ocimar da Silva; o representante da OAB-Seccional Acre, Matheus Novais; o presidente da Câmara dos Vereadores, Gessy Nascimento; e o comandante da 2ª CIA da Policia Militar, tenente Pedro de Freitas; servidores da Comarca, e representantes de outros setores da comunidade também prestigiaram o ato.

Pronunciamentos

“São capítulos escritos com louvor por homens e mulheres comprometidos em garantir os direitos dos cidadãos e promover o bem comum. Pela primeira vez, é realizado um trabalho desta magnitude, capaz de mostrar a evolução do Judiciário Estadual ao longo de mais de 50 anos; sem nunca perder de vista a missão de distribuir justiça com qualidade e eficiência”, assinalou a presidente do Tribunal, desembargadora Denise Bonfim, sobre a relevância da ação.

A magistrada também destacou em sua fala que cidadania, pacificação social, defesa da democracia e independência “são marcas que têm se mantido indeléveis ao longo do tempo”.

O juiz de Direito Luís Pinto disse sentir-se honrado pela oportunidade de receber a iniciativa que, segundo ele, beneficia tanto os servidores quanto os jurisdicionados. “Mostra a nossa essência e o bom trabalho desenvolvido ao longo de todos estes anos”, frisou.

Para o prefeito Ubiraci Vasconcelos, a exposição resulta em um verdadeiro presente para o município, que completa nesta quinta-feira (22) o 113º aniversário.” Só tenho que agradecer por receber um trabalho deste quilate”. O chefe do Executivo Municipal também enalteceu o fato de a desembargadora-presidente Denise Bonfim ter levado para Xapuri as ações do Projeto Cidadão em 2017.

Após as falas, as autoridades visitaram a exposição, recebendo as explicações da servidora Ana Lúcia, que é historiadora e atua na Gerência de Acervos (Geace).

O projeto

A “Exposição 5 Décadas da Justiça Acreana” tem na sua concepção o total apoio da Presidência do Tribunal. Trata-se de um dos mais importantes trabalhos já elaborados pela Diretoria de Informação Institucional (Diins), junto com a Geace. O projeto inovador sintetiza com textos e fotografias organizados em 10 painéis os principais capítulos da história da Instituição.

A ideia é resgatar a memória da Justiça Estadual, sobretudo no que tange à defesa da democracia, e a garantia dos direitos dos cidadãos.

A iniciativa teve o apoio da Diretoria de Gestão Estratégica (Diges), na viabilização do Convênio nº 799492/13, firmado com o Ministério da Cultura (Governo Federal), e a Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM), a qual integra o Governo do Acre.

A Secretaria de Relações Públicas e Cerimonial (Serep) do Tribunal também apoia a ação, a exemplo da Diretoria Regional do Vale do Acre (Drvac).

Trata-se ainda de um projeto educacional, vez que proporcionará a acadêmicos, estudantes de outros níveis, e outros setores da comunidade, rica fonte de pesquisa, informação e conhecimento.

A exposição ficará aberta ao público em Xapuri até o dia 6 de abril, de segunda a sexta-feira, sempre das 9h às 18h. Depois, seguirá para Brasiléia, onde ficará entre os dias 17 de abril (terça-feira) e 4 de maio (sexta-feira).

O projeto também será lançado em Plácido de Castro, Rio Branco, Sena Madureira, Tarauacá e Cruzeiro do Sul.

A Comarca de Xapuri

Xapuri tem seu nome em homenagem aos índios Chapurys que habitavam a região. Considerado o “berço” da Revolução Acreana, o município é símbolo do Movimento Ambientalista Mundial. Popularmente conhecida como a “Princesinha do Acre”, a cidade é conhecida também por seu filho mais ilustre, o seringueiro e líder sindical Chico Mendes, que viveu toda a sua vida na localidade.

A Comarca de Xapuri foi instalada em 18 de janeiro de 1913 e o seu Fórum foi palco do julgamento dos assassinos de Chico Mendes em 1990. Evento teve cobertura da imprensa nacional e internacional.

Estrutura:

  • Uma Vara Única de feitos Cíveis e Criminais;
  • Uma Subsecretaria para processos do Juizado Especial Cível e Criminal;
  • Uma unidade administrativa com atribuições de Protocolo, Central de Mandados e Secretaria do Foro.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 21/03/2018