TJAC homenageia instituições parceiras do Projeto Cidadão

Durante todo o ano, foram oito edições e 20.507 atendimentos realizados em vários locais do Acre.

O Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) homenageou nesta sexta-feira, 13, as instituições que trabalharam em parceria nas edições do Projeto Cidadão em 2019. A homenagem foi realizada no Palácio da Justiça.

Durante todo o ano, foram oito edições promovidas em vários locais do Estado, totalizando 20.507 atendimentos. As edições foram realizadas em Rio Branco (bairro Triângulo Velho e Cidade do Povo), Porto Acre, Senador Guiomard, Cruzeiro do Sul e Jordão. Nestes locais foram oferecidos atendimentos voltados à área jurídica, da saúde, social, expedição de documentos, além do casamento coletivo e conversão de união estável em casamento.

Em Xapuri, ação contou apenas com o casamento coletivo, que também foi realizado em uma edição exclusiva na capital, no próprio  átrio do Tribunal de Justiça.

Durante a homenagem, a presidente do TJAC, em exercício, desembargadora Eva Evangelista, que também é coordenadora do Projeto Cidadão, destacou sobre as edições do ano, as dificuldades e objetivos alcançados durante as edições da atividade e o reconhecimento que o serviço tem perante a comunidade.

“São pessoas que saem de lugares muito distantes para chegarem até ao local onde estamos promovendo a atividade. Em Jordão, por exemplo, que foi o local mais distante que fomos neste ano, muitos indígenas saíram de suas aldeias e passaram dias dentro do rio para chegarem até à escola e resolver as questões de documentos. Enfrentaram muitas dificuldades por conta do rio seco. Que tenhamos compreensão do compromisso social das instituições”, disse.

A desembargadora também agradeceu a parceria de todas as instituições, públicas e privadas, que não medem esforços para ajudar na ação independente da localidade.

“Sem a consolidação de esforços nada seria possível. Todos que estão sendo hoje homenageados são merecedores de toda a honra e gratidão por parte da nossa coordenadoria do Projeto Cidadão”, finalizou.

O Projeto Cidadão, programa social idealizado pelo TJAC, há 24 anos, assegura à população mais necessitada o direito à documentação básica, como também o acesso rápido e gratuito aos serviços públicos fundamentais, a exemplo de saúde, trabalho, educação e área jurídica.

Em seu pronunciamento, o desembargador Luís Camolez avaliou positivamente a ação e também agradeceu o empenho de todos os envolvidos.

Principais parceiros da atividade, os representantes estaduais da Defensoria Pública e Ministério Público, subdefensora-geral, Simone Santiago e o procurador de Justiça João Pires, respectivamente, falaram da importância do Projeto Cidadão e se colocaram à disposição para a continuidade da ação, em conjunto.

As equipes do Projeto Cidadão percorrem milhares de quilômetros, sejam em dias chuvosos ou ensolarados, para chegar aos lugares mais distantes da Floresta Amazônica Acreana, a fim de democratizar os serviços públicos e fortalecer o exercício da cidadania.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 16/12/2019