TJAC discute produtividade durante 2ª Reunião de Análise Estratégica

Reunião foi realizada por videoconferência e teve mais de cem participantes

Como forma de alinhar o desenvolvimento das atividades e mostrar as ações realizadas, é que a Presidência do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), se reuniu na tarde de quinta-feira, 29, com os desembargadores, juízes de primeiro grau e servidores para a 2ª Reunião de Análise Estratégica. Na pauta, o Relatório do Ranking de Cumprimento das Metas Nacionais de 2019, apresentação das Metas Nacionais 2020 e da Produtividade do Poder Judiciário Acreano durante a pandemia de Covid-19.

Na abertura, feita pelo presidente do TJAC, desembargador Francisco Djalma, ele enfatizou que, com o resultado obtido pelo TJ Acreano, a conclusão é de que 2019 foi um ano proveitoso.

“Todos resultados alcançados são fruto do desempenho das equipes de todo o nosso judiciário, que vêm contribuindo cada vez mais para que o Poder Judiciário do Acre alcance, a cada exercício, um nível de excelência entre os demais tribunais do Brasil”, enfatizou.

Além de agradecer, o desembargador-presidente salientou que o exercício de 2020 tem-se mostrado atípico por conta da pandemia provocada pelo COVID-19, que não afetou apenas à circulação de pessoas, mas, sobretudo, a economia e a arrecadação do Tribunal de Justiça e, também, a do Estado do Acre, ocasionando, inclusive, a redução dos repasses suplementares do duodécimo ao TJAC.

Na ocasião, o vice-presidente, desembargador Laudivon Nogueira, destacou o isolamento social e o desafio de manter o serviço em home office, falou das ferramentas tecnológicas que ajudaram para as audiências por videoconferência, julgamento virtual e ainda apresentou o planejamento para a retomada as atividades presencias.

Em continuidade, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Júnior Alberto, apresentou ações executadas ao longo de 2019, destacou sobre a arrecadação e da lei de custas, que era a mais baixa do país no TJAC e orçamento.

Na oportunidade, foi apresentada ainda as linhas bases das Metas Nacionais 2020. Veja aqui

Os desembargadores-coordenadores das metas, de 2019, também se manifestaram sobre os serviços que foram desenvolvidos ao longo do ano, as conquistas e desafios, além dos juízes de Direito que se pronunciaram sobre demandas, ideias e melhorias de fluxo em relação as unidades em que atuam.

A reunião correu por videoconferência e teve mais de cem participantes.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, , ,

Fonte: Atualizado em 29/05/2020