Projeto Cidadão é realizado em Cruzeiro do Sul

A atividade social percorre todo o Estado há 24 anos.

O Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), promoveu nesta sexta-feira, 20, mais uma edição do Projeto Cidadão. A atividade social, que percorre todo o Estado há 24 anos, aconteceu na Escola Municipal de Ensino Infantil Oswaldo D’Albuquerque.

Antes dos portões abrirem, uma grande fila se formou na Avenida Rodrigues Alves, no centro da cidade, pela população em busca dos inúmeros atendimentos ofertados no local. O acesso à unidade escolar chegou a ser fechada pelo órgão de trânsito para melhor fluxo dos pedestres.

Maria Valdenice foi em busca de requerer a carteira de identidade do filho de treze anos. “É uma oportunidade única. Chegamos cedo, mas sabemos que vamos ser atendidos”, comentou.

Além da emissão de carteira de identidade, o Projeto Cidadão em Cruzeiro do Sul ofereceu retirada de CPF; título do eleitor; solicitação de segunda via de certidão de nascimento, óbito e declaração de nascimento vivo; atendimentos jurídicos (ações judiciais, consultas e encaminhamentos, audiências de conciliação, retificação de documentos e alvarás judiciais); atendimento de saúde (médico, psicológico, assistência social e aferição de pressão arterial, testes rápidos, vacinação, odontologia); atendimento social (cadastro único, CRAS e CREAS, bolsa família, conselho tutelar, ID jovem, cartão do idoso); Entretenimento (contação de história, roda de leitura, jogos lúdicos, competição esportivas, cinema para crianças).

Solenidade de abertura

A solenidade de abertura contou com a participação da coordenadora do Projeto Cidadão, desembargadora Eva Evangelista, que no ato representou a Presidência do TJAC, com o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, a diretora do Foro de Cruzeiro do Sul, Adamárcia Machado, além de representantes das trinta instituições parceiras da atividade.

Na ocasião, a coordenadora-desembargadora enfatizou que a maior procura da população é pela emissão da carteira de identidade. Ela destacou que, no momento, o Projeto Cidadão disponibiliza apenas a primeira via do documento, com tratativas para, no futuro, oferecer a segunda via também.

“Para a segunda via envolve um custo que o TJAC ainda não possui condições de arcar, mas estamos buscando alternativas para oferecer todo esse serviço à população’, disse.

Ela também destacou ser graças as parcerias que o Projeto Cidadão pode ser operacionalizado para os lugares mais distantes. “Em Cruzeiro do Sul temos um empenho imprescindível da prefeitura e ainda de todas as outras instituições parceiras”, destacou.

O prefeito Ilderlei Cordeiro salientou sobre a importante parceria com o Poder Judiciário Acreano em prol da população. “É uma parte muito delicada. Existem pessoas que não tem recursos para retirar um documento. Essa parceria é para a nossa população se adequar a tudo que envolve documentação e outras áreas da cidadania”, concluiu.

O tradicional Casamento Coletivo será promovido nesta sábado, 21, às 17h, no Teatro dos Náuas.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags: