Presidência do Tribunal de Justiça do Acre promove abertura da Semana da Mulher

Programação acontece até a próxima quinta-feira (9) e inclui mutirão de audiências, palestras, maquiagem, distribuição de brindes, atividades de prevenção e conscientização sobre a violência.

“Vamos continuar conjugando os verbos prevenir, apoiar, sorrir e amar”. Com essas palavras, a desembargadora-presidente Denise Bonfim procedeu com a abertura oficial da Semana da Mulher, que se estende até a próxima quinta-feira (9), em diversas unidades judiciárias de Rio Branco.

O evento foi marcado pela harmonia, integração, e concorrido número de autoridades, além da marcante presença feminina, que abrilhantou o início da programação.

Os desembargadores Francisco Djalma (vice-presidente), Waldirene Cordeiro (corregedora geral da Justiça) e a desembargadora Eva Evangelista, coordenadora estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar, prestigiaram a solenidade, à qual também compareceram o desembargador Pedro Ranzi, os juízes convocados para atuar no 2º Grau Olívia Ribeiro e Marcelo Carvalho; o presidente da Associação dos Magistrados do Acre, Luís Camolez, o procurador geral de Justiça adjunto, Carlos Maia – além de diversos outros magistrados, diretores, gerentes, assessores e servidores do Tribunal.

Ao ressaltar o apoio recebido da Presidência do Tribunal para realização da Semana, bem como dos servidores que atuam na Vara de Proteção à Mulher, da qual é titular, a juíza Shirlei Hage destacou o principal caráter da iniciativa.

“É pedagógico e de prevenção, não basta julgarmos os processos. Não é a apenas essa resposta que queremos dar. É preciso atuar na proteção da mulher, mas também na prevenção, e isso inclui alcançar os familiares, por isso devemos focar na conscientização da sociedade”, explicou.

A presidente do TJAC assinalou que o compromisso do Tribunal de Justiça Acreano é com “a defesa dos direitos, e a garantia da proteção e do acolhimento daquelas que ainda são as maiores vítimas da violência”. Ela lembrou, por exemplo, que, no Carnaval do Rio de Janeiro deste ano, “pelo menos uma mulher foi agredida a cada 3 minutos”.

Denise Bonfim citou os avanços da Lei Maria da Penha, que representa um avanço no enfrentamento da violência contra o gênero no Brasil, com maior punição aos agressores, e melhores mecanismos de proteção às vítimas. Mas alertou que isso não é suficiente. “Essa problemática não é judicial apenas, mas sim social. Portanto, é necessária a participação de todas as instituições e dos atores envolvidos direta ou indiretamente ao tema”, conclamou.

A desembargadora-presidente destacou que é preciso “unir as forças e convergir os nossos esforços para ampliar os resultados”. “A responsabilidade é de todos nós”, frisou, antes de prestar homenagens pelo Dia Internacional da Mulher, comemorado na próxima quarta-feira, 8 de março.

“Como bem disse a escritora Clarice Lispector, mulher é aquela que todas as manhãs deixa os sonhos na cama, acorda e põe a roupa de viver”, finalizou.

Também houve a apresentação musical da servidora do Tribunal, Elaine Cristina, acompanhada pelo músico Bruno, seguida por um café da manhã, e as atividades que constituem a programação planejada para os próximos quatro dias.

Programação

A programação acontece tanto no Fórum Criminal (incluindo a realização de mutirão de audiências) e Sede dos Juizados Especiais Cíveis (ambos na Cidade da Justiça); no Fórum Barão do Rio Branco (Centro da Capital); Fórum da Avenida Ceará, e outras unidades judiciárias.

Haverá uma série de ações voltadas ao bem-estar e à saúde não só das servidoras que fazem parte do Judiciário Acreano, bem como às demais mulheres; utilização do Espaço Saúde do Tribunal e dos serviços oferecidos pela Gerência de Qualidade de Vida (Gevid); seções de prevenção e conscientização sobre a violência; orientação com distribuição de panfletos sobre violência contra a mulher; palestra na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), conduzida pela juíza Shirlei Hage, na quarta-feira (8); distribuição de brindes; oficina de maquiagem, etc.

 

Postado em: Notícias | Tags:, ,

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 08/03/2017