Poder Judiciário e Estado do Acre traçam ações para aprimorar aplicativo Botão da Vida

Intenção é aperfeiçoar a ferramenta para atender melhor as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar

Somente no primeiro semestre deste ano ocorreram no Acre 8 feminicídios e 3 tentativas. Diante desse cenário alarmante, o Poder Judiciário acreano realiza ações no intuito de combater a essa realidade. Os membros da Justiça estadual e das secretarias do Estado do Acre reuniram-se nesta terça-feira, 14, com objetivo de traçar metas para aprimorar e atualizar o aplicativo Botão da Vida.

O aplicativo foi lançando em 2019, por meio de parceria entre Estado do Acre, Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) e a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC). O Botão da Vida é instalada nos celulares das mulheres vítimas de violência doméstica, que têm por Medidas Protetivas de Urgência. Essas mulheres podem acionar a Patrulha Maria da Penha pela ferramenta, caso o agressor viole a ordem judicial.

Mas, durante a quarentena em função do isolamento social, foram identificadas pontos para aprimorar o sistema. Dessa forma, representantes da Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência e Familiar (Comsiv) e da Vara de Proteção à Mulher de Rio Branco, da OAB/AC, além de membros das secretarias de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (SEICT), e de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM) discutiram encaminhamentos sobre essas necessidades.

A desembargadora Eva Evangelista, coordenadora da Comsiv, ressaltou a importância do diálogo institucional. “Agradeço pelo compromisso que vocês tem para o enfrentamento, combate e prevenção a violência doméstica e familiar. Assim, estamos trabalhando e buscando atender melhor os anseios das mulheres, não deixando as mulheres desassistidas”, comentou a magistrada.

Tanto a secretária Ana Paula Lima, da SEASDHM, quanto o secretário da SEICT, Anderson Lima, enfatizaram o compromisso do Estado em solucionar e aperfeiçoar o aplicativo. “Nós estamos trabalhando para realizarmos as mudanças necessárias para alterar o sistema e configurar. Contem conosco, a partir de ontem nós já estamos fazendo as alterações para tornar o atendimento online. Estamos priorizando essa demanda, por se tratar de vida”, anunciou Anderson Lima.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 14/07/2020