Sessões da 1ª Câmara Cível e Criminal são realizadas em Cruzeiro do Sul

Magistrados e magistradas que participaram das sessões realizadas nesta quinta-feira, 1º, agradeceram a oportunidade de se aproximar da população do Vale do Juruá

Com 59 processos em pauta, divididos em 13 da 1ª Câmara Cível e 46 da Câmara Criminal, aconteceram as sessões desses dois Órgãos julgadores do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), nesta quinta-feira, 1º de dezembro, em Cruzeiro do Sul.

Às 9 horas foi realizada a 1ª Câmara Cível e, depois, às 11 horas, a Câmara Criminal, encerrando as atividades jurisdicionais da Semana do Judiciário no Juruá. Da 1ª Câmara Cível, estavam na cidade para os julgamentos os desembargadores Laudivon Nogueira e Eva Evangelista, já da Câmara Criminal estava o desembargador Samuel Evangelista, além dos procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado, Celso Jerônimo e Rita de Cássia. Os outros integrantes do Colegiado Cível, desembargador Luis Camolez e, do Órgão criminal, desembargadores Denise Bonfim e Luis Camolez participaram virtualmente.

Durante as sessões todos agradeceram a oportunidade de se aproximarem da população e elogiaram as belezas do vale do Juruá. Para o presidente da 1 Câmara Cível levar o 2ª Grau e a gestão administrativa para Cruzeiro do Sul é um marco. “Estar aqui com todas essas ações é motivo de muita alegria para todos nós é um marco. Só temos a agradecer à atual Administração, pela iniciativa, não só de trazer a jurisdição para a Comarca, mas, sobretudo para valorizar e prestigiar Cruzeiro do Sul. Alegria e gratidão são as palavras que deixo como registro nesse momento”, comentou Nogueira.

O presidente da Câmara Criminal, desembargador Samoel Evangelista, enalteceu essa ação que interioriza mais ainda a Justiça, garantindo aproximação com cada cidadão e cidadã. “Agradeço a todos e espero que haja outras oportunidades para que todo o Tribunal esteja nas comarcas do interior do Estado”.

A procuradora Rita de Cássia que participou da 1ª Câmara Cível falou sobre sua satisfação em estar no interior julgando processos. “Não posso deixar de registrar minha satisfação, minha alegria em estar no Juruá participando dessa inovação que são as ações do Tribunal em Cruzeiro. Gosto muito daqui, devo muito a Cruzeiro do Sul. Aqui conheci meu marido. E já participei de três ações de interiorização do Tribunal de Justiça, mas essa é a primeira vez em uma Câmara Cível. Então, só tenho a agradecer”.

Emanuelly Falqueto e Andréa Zílio | Comunicação TJAC