TJAC participa de evento que discute sobre ações policiais nas buscas pessoais e domiciliar

Palestra ministrada pelo juiz de Direito, Danniel Bomfim, abordou os possíveis caminhos para uma ação policial mais eficiente no que se refere à prática de revistas pessoal e domiciliar

“Ações policiais de busca pessoal e domiciliar sob a fundada suspeita à luz das jurisprudências dos tribunais superiores”, foi o tema da palestra ministrada pelo juiz de Direito, Danniel Bomfim, que representou o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) em evento realizado pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), na quarta-feira, 31.

O evento foi realizado por meio da Promotoria Especializada de Controle Externo da Atividade Policial, e  direcionado a agentes das Polícias Civil, Militar e Penal. Participaram também membros do MPAC e representantes da segurança pública do estado e município.

A abertura do evento foi feito pela promotora de Justiça Maria Fátima Ribeiro, que integra o ciclo de palestras direcionadas a forças de segurança do Acre, programado pela Promotoria Especializada de Controle Externo da Atividade Policial. Ela agradeceu a parceria do TJAC na pessoa do Dr. Danniel.

O juiz Danniel Bomfim abordou os possíveis caminhos para uma ação policial mais eficiente no que se refere à prática de revista. “Me coloco sempre à disposição, pois a atividade policial é muito complexa e precisa dessa orientação. Práticas como esta só engrandecem o Ministério Público porque legitimam a atividade policial, para ser disponibilizado um melhor serviço a população”, afirmou Danniel Bomfim.

*Com informações da Comunicação do MPAC 

Assessoria | Comunicação TJAC