Cerca de 900 audiências foram pautadas para XVI Semana de Conciliação no Acre

O mutirão de audiências se encerra na sexta-feira, dia 12, e o objetivo é solucionar o maior número de casos possíveis

Está em andamento a XVI Semana Nacional de Conciliação. Para essa edição, o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) pautou 895 processos. Até esta quarta-feira, dia 10, foram vistos 359 processos, ou seja, 40,11% das audiências foram realizadas, atendendo até o momento 534 pessoas.

A desembargadora Denise Bonfim, coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos (Nupemec), enfatizou a satisfação em promover uma atividade que atende as necessidades dos cidadãos.  “As audiências resolvem os problemas das pessoas e promovem a pacificação social”, ressaltou. Até o momento, o montante dos acordos firmados corresponde a R$ 721.857,73.



Além disso, a desembargadora destacou que mesmo ao fim da programação, as pessoas interessadas em promover a conciliação, podem solicitá-la, pois essa é uma opção sempre disponível durante os trâmites dos processos.

Um exemplo dessa efetividade pode ser visto em um processo entre uma consumidora e uma empresa local que comercializa eletrodomésticos. Na videoconferência, formalizou-se o cancelamento do débito questionado. Ela comprovou que a parcela estava paga e assim o problema foi encerrado quando a loja concordou em pagar indenização por dano moral pela negativação indevida.

Uma situação mais grave ocorreu entre vizinhos, quando um policial atirou contra o cachorro da casa ao lado. O animal estava nervoso por causa de um conserto na cerca. O disparo feito acertou na cerca e o animal se machucou com os estilhaços da madeira. O maltrato foi denunciado à Corregedoria da Polícia Civil e na audiência de conciliação, encerraram o desentendimento quando o agente aceitou arcar com as despesas veterinárias.

Miriane Teles | Comunicação TJAC