TJAC recebe selo de participante do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

O controle da gestão e a adesão de novas práticas estão sendo apoiados pela nova ferramenta “e-Prevenção”

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) recebeu o selo de participante do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção, na última quarta-feira, dia 18. A iniciativa é desenvolvida pela Rede de Controle da Gestão Pública, com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da União (TCU).

Para receber o selo, o TJAC empreendeu uma avaliação a partir de cinco parâmetros: prevenção, detecção, investigação, correção e monitoramento. Então, o diagnóstico teve o objetivo de identificar pontos vulneráveis nas práticas, normativas, documentos e até nas atividades operacionais.

Com efeito, a desembargadora-presidente Waldirene Cordeiro assinalou a importância da aderência às boas práticas de prevenção à fraude e à corrupção, uma vez que representam o compromisso da instituição com seu aprimoramento, isto é, corrigindo situações que apresentam divergências ou fragilidades, para assim manter o nível de segurança desejável, regido pela ética e integridade.

A adesão a ferramenta “e-Prevenção” dialoga diretamente com o trabalho desempenhado pelas equipes de Auditoria Interna (Audin) e Diretoria de Gestão Estratégica. O assessor da Audin Rodrigo Roesler assinalou que o trabalho preventivo norteará os gestores com as práticas internacionalmente adotadas.

 

Miriane Teles | Comunicação TJAC