Presidente do TJAC participa de reunião entre poderes para avaliação e tratativas da COVID-19 no Acre

Entre os encaminhamentos gerais do encontro estão a criação de um Conselho Estadual de Crise e a deliberação de uma medida restritiva ainda mais rígida para todo o estado

Em uma reunião comandada pelo governador Gladson Cameli na tarde desta terça-feira, 16, representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do Acre se uniram no Palácio Rio Branco para discutir o cenário da pandemia de COVID-19 e analisar a necessidade de medidas restritivas mais rígidas. A presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Waldirene Cordeiro, participou por videconferência.

Completando um ano desde que chegou ao Acre, a pandemia vive hoje seu pior momento, com o disparo do número de casos em centenas por dia, junto a rede pública e privada de saúde chegando ao  limite de suas capacidades de atendimentos. Só nesta terça, 14 pessoas estavam na fila por uma UTI e o maior hospital de referência do Estado para a doença, o Into, realiza cerca de 400 atendimentos por dia, encontrando-se próximo de sua ocupação máxima.

Participaram do encontro representantes da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), prefeitura de Rio Branco, TJAC, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Ministério Público do Acre (MPAC), Procuradoria Geral do Estado (PGE), além de gestores estaduais e municipais.

Com o estado seguindo um número de problemáticas que envolvem ainda o surto dengue, a inconstância da cheia dos rios e a crise migratória na fronteira com o Peru, a preocupação hoje com o agravamento da pandemia é de um colapso do sistema de saúde semelhante ao estado do Amazonas.

Entre os encaminhamentos gerais do encontro de poderes para conter o avanço da COVID-19 estão uma reunião virtual com todos os prefeitos do Acre para sensibilização do momento vivido, a criação de um Conselho Estadual de Crise e a deliberação de uma medida restritiva ainda mais rígida para todo o estado, com um novo plano de fiscalização junto a segurança pública e demais setores reguladores.

Com informações da Agência de Notícias do Acre 

Assessoria | Comunicação TJAC