Casa de Justiça e Cidadania realiza mais de 150 atendimentos em dois meses

Desembargadora Eva Evangelista e  juíza de Direito Andréa Brito foram até as instalações para verificar o espaço e planejar atividades de ampliação dos serviços

Nestes primeiros 49 dias do ano de 2020, a Casa de Justiça e Cidadania, localizada no Centro de Educação Profissional e Tecnológico em Serviços Campos Pereira, na Cidade do Povo realizou mais de 150 atendimentos, com moradores do Bairro e regiões próximas.

O espaço, inaugurado em outubro de 2019, funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h e recebeu nesta terça-feira, 18, visita da desembargadora Eva Evangelista e da juíza de Direito Andréa Britto. As magistradas do Poder Judiciário do Acre foram à unidade verificar as condições e planejar ações para ampliar o trabalho.

A decana da Corte comentou que a Casa de Justiça e Cidadania representa o Poder Judiciário mais próximo da população, e a Justiça se fazendo presente onde é necessário. “A Casa de Justiça e Cidadania visa garantir o atendimento à população, porque eles estão distanciados dos fóruns, do prédio do Tribunal de Justiça do Acre. Esse é um atendimento localizado para beneficiar a população”, disse a desembargadora.

Na Casa de Justiça e Cidadania é possível realizar conciliação e mediação, apresentar reclamação para ouvidoria, obter informações sobre Programas de Proteção à Criança e ao Adolescente, ter orientação jurídica voluntária e receber esclarecimentos de utilidade pública, como auxílio para acesso a outro Órgão público.

Assessoria | Comunicação TJAC