Poder Judiciário Acre reduz copos descartáveis nas unidades e promove mobilização em prol de práticas sustentáveis

Dia Verde marcou o Dia Mundial do Meio Ambiente e o lançamento de duas campanhas.

O Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) promoveu, nesta quinta-feira, 6, o ‘Dia Verde’. A atividade, que ocorreu no Fórum dos Juizados Especiais Cíveis, marcou o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, e o lançamento de duas campanhas em prol de práticas sustentáveis nas unidades judiciárias.

Desenvolvidas pelo Núcleo Sociambiental (NUSAP) do TJAC, uma das campanhas, ‘Adote uma Caneca. Servidor em Defesa do Meio Ambiente’, objetiva a suspensão dos copos plásticos descartáveis por parte do público interno.

A outra campanha, ‘#Canudonão’, é referente à redução do uso de canudos plásticos no Restaurante do Servidor, localizado anexo do prédio-sede da Administração.

Em seu pronunciamento, o desembargador-presidente do TJAC, Francisco Djalma, ressaltou o empenho do Poder Judiciário Acreano pela preservação ambiental.

“O Tribunal de Justiça Acreano sempre está em defesa do meio ambiente, mas, para isso ser melhorado, precisamos da colaboração de todos. É apenas uma mudança de atitude, por um mundo melhor”, disse.

Resultados

Durante a solenidade foram apresentados os indicadores do Plano de Logística Sustentável (PLS) dos últimos meses. O PLS é uma determinação contida na Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nº 201/2015, que impõe a adoção de práticas de sustentabilidade com vistas à construção de um novo modelo de cultura institucional e à inserção nos critérios de sustentabilidade nas atividades do Poder Judiciário.

De acordo com os dados, houve grande redução (-31,26%) no gasto com telefone, devido a outros meios de comunicação implantados pelo TJAC; no consumo de energia elétrica (-10,15) e leve redução na utilização de copos plásticos descartáveis para café e água e remas de papel.

“Cada ação demanda grande esforço de cada um. O Nusap tem fortalecido a missão de preservar e conservar o meio ambiente através de atividades sustentáveis dos recursos naturais”, disse a coordenadora do Nusap, desembargadora Waldirene Cordeiro, que agradeceu a parceria e esforço das equipes nas campanhas de sustentabilidade.

A desembargadora anunciou ainda a votação, unânime, pelo Tribunal Pleno Administrativo, do nome ‘Bosque da Justiça’, à área verde localizada na parte posterior da Sede-Administrativa do TJAC, que será utilizado para atividades sustentáveis de educação ambiental, cultura e lazer.

Um vídeo institucional, produzido pela Gerência de Comunicação (DIINS-GECOM) do TJAC, mostrou as atividades desenvolvidas pelo Nusap e o evento foi finalizado com a entrega de mudas e canudos de bambu – feitos artesanalmente e que são ecológicos, sustentáveis e reutilizáveis. Equipe da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) expôs alguns materiais recicláveis no local.

Veja todas as fotos no Flickr.

 

 

 

 

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 06/06/2019