Corte de Justiça Acreana prestigia início do ano letivo da Escola Judiciária Eleitoral

Sessão solene foi realizada na manhã desta quinta-feira, 21, na sede do Tribunal Regional Eleitoral.

A educação impacta diretamente na qualidade da democracia e por esse propósito a Corte de Justiça Acreana, diversas outras autoridades e representantes de instituições parceiras se reuniram, na manhã desta quinta-feira, 21, na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), para a abertura do ano letivo da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do Acre.

A unidade de ensino, que foi a segunda EJE criada no país, oferece várias oportunidades de capacitação, não apenas para servidores, mas também para o cidadão. Desta forma, o evento inaugurou o calendário programado para 2019 e a renovação da meta de fortalecer a cidadania no Acre.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, desembargador Francisco Djalma, compôs o dispositivo de honra, representando todos os demais desembargadores, juízes e servidores que estão compromissados com a Justiça Social.

A solenidade contou com um momento marcante, representado pela outorga da Medalha do Mérito da Justiça Eleitoral ao ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcísio Vieira. O homenageado recebeu também um certificado, que formalizou a saudação por sua exitosa contribuição à frente da diretoria da Escola Judiciária do TSE no ano de 2018.

Em sua primeira passagem pelo Estado, o convidado de honra também foi palestrante da Aula Magna, que apresentou o tema o “Balanço das Eleições 2018 e os novos desafios para o pleito de 2020”. O concorrido evento preencheu a capacidade máxima do plenário e a plateia analisou pontos críticos da atualidade eleitoral brasileira, como atuação dos partidos e fake news.

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargadora Regina Ferrari, engrandeceu a atuação do ministro Tarcísio Vieira, bem como conectou com os desafios locais. “A eleição começa antes mesmo de a população conhecer seus candidatos. Nosso trabalho tem se aperfeiçoado para garantir os direitos dos 547.680 eleitores, nas 1924 seções eleitorais, circunscritas no estado acreano”, concluiu a presidente da Corte Eleitoral do Acre.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:

Fonte: Diretor da DIINS Atualizado em 22/03/2019