No TJAC, atividades voltadas ao bem-estar avançam para melhor contemplar servidores da ativa e aposentados

Horta compartilhada, redução de uso do papel, descarte correto de pilhas e baterias, centro médico, academia, são algumas das ações voltadas à qualidade de vida e à sustentabilidade no âmbito da Justiça Estadual.

O Programa Qualidade de Vida do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), que concretiza diversas atividades, ações e atendimentos voltados ao bem-estar e à saúde de magistrados e servidores, avança em sua abrangência, passando a beneficiar, mais ainda, aposentados, dependentes e colaboradores.

Para tanto, desde a última segunda-feira (1º), estão abertas (até o dia 5 de outubro), as novas inscrições para a Academia do Servidor do TJAC.

A novidade fica por conta da autorização para inscrições e frequência à academia de conciliadores, juízes leigos e estagiários, com contratos em vigor; servidores aposentados; e dependentes dos servidores, desde que sejam cadastrados na DIPES e tenham idade mínima de 18 anos. Interessados devem efetuar a inscrição aqui.

De acordo a Instrução Normativa n° 4/2018 foi limitado um dependente por servidor. A atividade é gratuita.

Centro Médico

Para cuidar da saúde e bem-estar dos magistrados e servidores, proporcionando condições mais dignas de trabalho, bem como tratamento mais respeitoso e de integralidade da atenção, em março deste ano, a Administração do TJAC entregou as novas instalações do Centro Médico Dr Arthur Chalub Leite.

O prédio, com estrutura arquitetônica moderna, principalmente do que diz respeito às normas de acessibilidade, visa melhor qualidade de vida de magistrados, servidores e colaboradores do Poder Judiciário Acreano.

O espaço, situado na sede do TJAC, conta com serviço médico na área de clínica geral, psicologia, assistência social, fisioterapia, enfermagem e odontologia.

Mais ações

Objetivando prosseguir no avanço no que diz respeito à sustentabilidade ambiental e, consequentemente, proporcionar melhor qualidade de vida para magistrados, servidores e colaboradores, a atual Administração do TJAC vem desenvolvendo e executando diversas outras ações no âmbito da Justiça Estadual.

Confira:

  • Redução considerável de uso de papel, em média, 5,7% em relação aos anos de 2016, 2017;
  • Projeto de pilhas e baterias que incentiva o descarte correto desses produtos. Foram recolhidos mais de 20kg. Caixas foram postas nas unidades judiciárias;
  • A Área de Preservação Permanente (APP) foi ampliada para ser criado o Parque Ambiental;
  • Biblioteca Compartilhada, que reutiliza material reciclável e livros novos e/ou usados foi lançada e caixas com os materiais estão nas unidades do TJAC, em Rio Branco. Previsão é ainda neste ano implantar nas comarcas do interior;
  • Horta Compartilhada foi criada no edifício-sede do TJAC, ao lado do Centro Médico, onde os magistrados e servidores poderão cultivar hortaliças e plantas medicinais de forma compartilhada. A finalidade é incentivar o cultivo de hortas livres de agrotóxico e estimular hábitos alimentares saudáveis;
  • Coleta Seletiva já foi implantada e, agora, será para plástico também a fim de facilitar o trabalho das pessoas para a coleta e descarte adequado.

 

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, ,

Fonte: Diretor da DIINS Atualizado em 02/10/2018