TJAC e PMRB fortalecem parceria e prorrogam por mais dois anos programa Cidadania e Justiça na Escola

Aditivo ao Termo de Cooperação Técnica beneficia crianças do 5º ano do ensino fundamental das escolas da rede pública de ensino da capital.

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Denise Bonfim, e a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, assinaram, na manhã desta sexta-feira (13), aditivo ao Termo de Cooperação Técnica nº 16/2016, que prorroga, por mais dois anos, o programa Cidadania e Justiça na Escola, destinado às crianças do 5º ano do ensino fundamental das escolas da rede pública de ensino.

Os desembargadores Francisco Djalma, vice-presidente do TJAC, Waldirene Cordeiro, corregedora-geral da Justiça, e Roberto Barros, diretor da Escola da Magistratura (ESJUD), também participaram do ato de prorrogação da parceria entre o TJAC e o Executivo Municipal.

Após a assinatura do documento, a desembargadora-presidente do TJAC destacou a importância do ato e apontou ser uma satisfação dar continuidade para tão importante ação, “que chega a ser alvo de inspiração profissional para as crianças atendidas pelo programa”.

Na oportunidade, Denise Bonfim agradeceu à prefeitura da capital por todas as parcerias firmadas entre as duas instituições, pois objetivam melhores serviços à sociedade.

O vice-presidente do TJAC, ao parabenizar a desembargadora-presidente e a prefeita do município de Rio Branco (PMRB) pela prorrogação da parceria, destacou a importância do programa Cidadania e Justiça na Escola, enfatizando o viés preventivo do combate à violência, “não só doméstica, mas de um modo geral”.

A desembargadora Waldirene Cordeiro também destacou a “parceria firme”, que o Tribunal de Justiça e a Prefeitura Municipal de Rio Branco estavam prorrogando naquele momento. Para a corregedora-geral, além do cunho educacional, “a vinda das crianças ao Tribunal é sempre um momento de alegria”.

Ao discorrer sobre a relevância do ato de prorrogação do Termo de Cooperação Técnica, o diretor da ESJUD, que é responsável pelo planejamento e execução dos trabalhos atinentes ao programa, fez questão de destacar o propósito “de levar às crianças de cinco a sete anos de idade a ideia do senso de justiça, dos princípios universais”.

A prefeita de Rio Branco, ao elogiar o programa, asseverou ser “um privilégio para as nossas crianças assistirem aulas e palestras ministradas por juízes e desembargadores, de conhecer o Tribunal, ainda na primeira infância, para a formação de seus princípios básicos”. Socorro Neri asseverou ser uma honra prorrogar por mais dois anos a vigência do projeto.

Cidadania e Justiça na Escola

O Projeto Cidadania e Justiça na Escola é destinado às crianças do 5º ano do ensino fundamental das escolas do Município de Rio Branco, com a participação de magistrados e colaboradores.

Seu objetivo é possibilitar aos alunos a pesquisa, leitura, análise e reflexão sobre as tarefas das instituições políticas, organização dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, os deveres dos cidadãos, ética, convivência pacífica e solidariedade, cidadania e justiça e outro temas interdisciplinares correlatos.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:

Fonte: Diretor da DIINS Atualizado em 13/07/2018