Tribunal finaliza obra de reforma do Centro Médico

A Direção do Tribunal de Justiça do Acre, composta pelos desembargadores Izaura Maia, Presidente, Pedro Ranzi, Vice-Presidente, e Eva Evangelista, Corregedora Geral da Justiça, entregou na tarde de ontem, 16 de janeiro, a obra de reforma do Centro Médico Dr. Arthur Chalub leite – CEMED.

Localizado em área central da capital Rio Branco, o CEMED foi fundado em 1996, para oferecer assistência gratuita aos magistrados, funcionários do Poder Judiciário e respectivos familiares, nas áreas médica, odontológica e de enfermagem.

Com esta obra de reforma, a primeira em doze anos de funcionamento do Centro, o objetivo da Direção do TJAC era o melhoramento da estrutura física e sua adequação aos diversos serviços prestados pelo CEMED. A unidade conta com um consultório médico, um odontológico, uma sala de enfermagem e observação médica, recepção, sala de espera, banheiros masculino e feminino, almoxarifado e copa.  

O Centro funciona de segunda a sexta-feira em dois turnos: das 7 às 12 horas e das 14 às 18 horas. O médico clínico-geral Paulo Henrique Sampaio Valladares, o cirurgião dentista Samuel Alvim de Souza e o enfermeiro José de Oliveira Filho atendem nesses dias e horários pelo sistema de agendamento de consultas. No Centro também são oferecidos os serviços de prevenção de doenças, administração de medicamentos, como soros, analgésicos, antibióticos, realização de pequenos curativos, nebulização e pequenas cirurgias. Os casos que não podem ser solucionados pelos profissionais do CEMED são encaminhados a outras unidades de saúde especializadas em promover o devido atendimento.

Como utilizar os serviços do CEMED

>  O servidor deve requisitar a sua carteira de usuário e a de seus dependentes na Coordenadoria de Recursos Humanos do TJAC;

>  As consultas podem ser agendadas pelo telefone (68) 3211-5549 ou diretamente na recepção do Centro Médico, de 2ª. a 6ª. feira, nos seguintes horários: 7 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 17/01/2008