Tribunal de Justiça do Acre vai realizar Edição do Projeto Cidadão em Brasiléia

Objetivo da atual gestão é levar os melhores serviços a quem mais precisa, e ampliar o acesso dos cidadãos à Justiça.

O Tribunal de Justiça do Acre e a Prefeitura de Brasiléia firmaram entendimentos para realização das atividades do Projeto Cidadão no município. A data provável é 15 de setembro, na Reserva Extrativista Chico Mendes.

A reunião que ratificou a parceria foi conduzida pela desembargadora-presidente Denise Bonfim, e teve as presenças da desembargadora Waldirene Cordeiro, corregedora geral da Justiça; do juiz-auxiliar da Presidência, Lois Arruda; da diretora de Gestão Estratégica, Socorro Machado; da coordenadora do Projeto, Maria Lenice; da deputada estadual, Leila Galvão; e da prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem.

“Queremos levar os melhores serviços a quem mais precisa, e está mais longe. No caso, a ideia é ampliar o acesso da população ao Judiciário, com verdadeiras ações de cidadania”, assinalou a presidente do TJAC.

Com o Projeto, o Tribunal de Justiça, além de conhecer de perto a realidade de comunidades em situação de vulnerabilidade social, verifica quais os principais anseios dos moradores e trabalha para a resolutividade das demandas com ajuda dos órgãos/instituições parceiras.

A desembargadora Waldirene Cordeiro considerou que é preciso planejar e definir a questão logística, para que se obtenham os melhores resultados. “O local precisa oferecer sinal de Internet e energia estável, pois a ideia é que a comunidade já obtenha os seus documentos na hora. Daremos todo apoio necessário, incluindo a atuação dos cartórios”, explicou.

Emissões de carteira de identidade e CPF, atendimentos médicos, vacinação e testes rápidos; orientações jurídicas e previdenciárias, são alguns dos serviços que serão disponibilizados.

A deputada Leila Galvão elogiou a Administração do Tribunal, vez que retomou uma das principais iniciativas que balizam a história da Instituição, em termos de emancipação e inclusão social.

Já a prefeita Fernanda Assem lembrou que a parceria é “fundamental para que se ofereça aos cidadãos uma condição de vida mais digna”.

O Tribunal de Justiça Acreano já planeja edições do Projeto Cidadão em Xapuri e Sena Madureira, além do Casamento Coletivo na Capital acreana, marcada para outubro deste ano.

Além disso, no dia 15 de julho (próximo sábado), será realizado o Casamento Coletivo, na Escola Estadual Olavo Bilac, Vila Santa Luzia, Cruzeiro do Sul-AC.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 11/07/2017