Tribunal de Justiça do Acre lança campanha ambiental Adote uma Caneca

Objetivo é conscientizar magistrados, servidores e a sociedade para a preservação do planeta, com a redução do consumo de copos descartáveis.

Com o slogan “mude de hábito em defesa do meio ambiente”, o Tribunal de Justiça do Acre lança a campanha Adote uma Caneca, com o intuito de conscientizar magistrados, servidores e a sociedade para a preservação do planeta, com a redução do consumo de copos descartáveis.

foto_caneca_tjac

A iniciativa faz parte do Programa Natureza Viva, lançado pela atual gestão em 2015, o qual desenvolve ações voltadas à economia de recursos e, não menos importante, ao estabelecimento de metas de redução de consumo de energia elétrica, água, papel, telefonia e descartáveis.

Em sua fabricação, um copo descartável consome muita água, cerca de um copo do líquido para cada copo produzido. Para reciclar esse copo é consumida uma quantidade de água ainda maior.

É preciso levar em conta também o petróleo usado na produção, o lixo que o copo representa e os combustíveis gastos para fazê-lo chegar até o consumidor.

Além disso, considerando a quantidade de vezes que se bebe água todos os dias e pelos dias do ano, o servidor que utiliza três copinhos descartáveis por dia, vai economizar 700 por ano com o uso da caneca.

cartaz_caneca_tjac

Como participar

É muito simples participar da campanha Adote uma Caneca. Os magistrados e servidores interessados devem ligar para a Gerência de Bens de Materiais (Gemat) no número 3302-0388 e repassar as suas informações. Cada caneca custará R$ 12 (doze reais) para ser fabricada.

Detalhe importante é que as canecas serão personalizadas (com os respectivos nomes), feitas em material resistente, de excelente qualidade.

canecas_tjac

Também é possível acessar aqui o formulário e enviá-lo diretamente para o setor. Nesse caso, os valores serão descontados diretamente no contracheque de cada servidor.

Para facilitar ainda mais, a equipe da Gemat visitará as unidades com o formulário, para que os interessados assinem e garantam a sua caneca, que tem produção limitada nesta primeira etapa.

Por que adotar uma caneca?

Pesquisas indicam que, em um único dia de trabalho usa-se, em média, três copos, que são descartados após o uso. Multiplicando pela quantidade de dias que se trabalha em mês, a média é de 66 copos por mês por pessoa. No Judiciário do Acre são milhares de pessoas trabalhando diariamente, sem contar os colaboradores e os visitantes. O impacto desse número, portanto, é significativo.

De um lado, o plástico é o resíduo sólido urbano menos reciclado em todo o mundo, e sua decomposição na natureza leva em torno de 200 a 450 anos. Por outro lado, os copos plásticos são feitos a partir de matéria prima não renovável, já que é proveniente do petróleo, implicando em grande impacto ambiental tanto para sua extração quanto para seu descarte.

As garrafinhas plásticas também não são aconselháveis, mesmo que sejam reutilizadas. Essas garrafinhas, que às vezes também são descartadas, podem contaminar os bebedouros, caso se beba diretamente no bico e depois o encoste nas saídas de água para enchê-las novamente.

O melhor a fazer é adotar uma caneca, como o Tribunal está propondo. Dessa forma, economiza-se dinheiro público e ainda se contribui para a preservação do planeta.

Natureza Viva, cuidando do meio ambiente, preservando o planeta.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 18/02/2016