Tribunal de Justiça disponibiliza link para Assessoria de Controle Interno

O Tribunal de Justiça do Acre, por meio da Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec), disponibilizou em sua página oficial um link destinado à Assessoria de Controle Interno (Ascoi).

A medida atende o Parecer nº 02/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e permite acompanhar as ações efetuadas pela Unidade de Controle Interno.

O link pode ser acessado diretamente do site oficial do Tribunal, por meio do endereço https://www.tjac.jus.br/ascoi/.

Na semana passada, o desembargador-presidente Roberto Barros se reuniu com o diretor de tecnologia da informação, Roberto Romanholo e com o assessor-chefe da Ascoi, Rodrigo Roesler. Do encontro também participaram a diretora de gestão de pessoas, Alessandra Brasil e o chefe de gabinete da presidência, Josué Alexandre.

Eles discutiram sobre o uso da ferramenta e sua contribuição tanto para facilitar o acesso a informações (normas sobre auditoria, inspeção administrativa e fiscalização, pareceres, relatórios etc), quanto para garantir maior transparência sobre o funcionamento administrativo da instituição.

A Assessoria de Controle Interno é vinculada à Presidência do TJAC e fiscaliza, orienta e audita as ações administrativas na forma definida na Resolução nº 159/2011, com as alterações efetuadas pela Resolução nº 178/2013.

A área de atuação da Auditoria de Controle Interno não abrange as atividades jurisdicionais, sujeitas a órgãos de controle específicos.

Rodrigo Roesler disse que a implantação do link, além de cumprir mais uma das determinações do CNJ, “traz a certeza de que a administração atual está interessada em consolidar a transparências de suas ações, fortalecendo a área de controle interno através da divulgação de suas atividades”.

O Controle Interno é um órgão assessor da Presidência nos assuntos de auditoria, fiscalização e orientação das atividades administrativas do Poder Judiciário.

A Assessoria de Controle Interno tem como finalidade assegurar a legalidade, legitimidade, economicidade, eficiência, eficácia, publicidade e transparência da gestão administrativa.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 14/10/2014