TJAC entrega obra de reforma do Fórum de Mâncio Lima

“Renovamos nesta data a alegria de estar aqui novamente. Parabenizo o Desembargador Pedro Ranzi pela sua preocupação constante com a interiorização das atividades do Judiciário, estando sempre atento às demandas que existem nas localidades mais longínquas, e a quem mais precisa”. Foi dessa forma que o Corregedor Geral da Justiça do Tribunal Acreano, Desembargador Samoel Evangelista, destacou a importância da obra de reforma do Fórum da Comarca de Mâncio Lima – distante aproximadamente 660 km de Rio Branco -, entregue à população do município no último dia 18.

  

A solenidade contou também com as presenças dos Diretores Geral e de Tecnologia da Informação, Carlos Afonso e Roberto Romanholo respectivamente; do prefeito Cleidson Rocha e secretários do município; dos Juízes de Direito Substitutos José Wagner e Clovis Lodi (este Diretor do Foro de Cruzeiro do Sul); do Promotor de Justiça Rodrigo Carvalho; do Defensor Público Celso Rodrigues; do Delegado da Polícia Civil Guilherme Benitez; do Padre Guilherme; de servidores da Comarca e de membros da comunidade. 

A atual gestão do Tribunal de Justiça do Acre tem construído, reformado e ampliado as unidades judiciárias para aperfeiçoar as condições de trabalho de seus magistrados e servidores, como também oferecer aos cidadãos uma prestação jurisdicional cada vez mais qualificada. Na reforma do Fórum de Mâncio Lima foram investidos quase R$ 100 mil (R$ 94. 910, 65 exatamente) nas instalações físicas do prédio, as quais foram ampliadas e melhoradas.

Depois do descerramento da placa, o Presidente do TJAC, Desembargador Pedro Ranzi, entregou oficialmente a obra de reforma. “Fizemos o melhor na reforma da estrutura desse prédio, com o objetivo de que as pessoas que nos procuram sejam bem atendidas e saiam daqui satisfeitas por terem seus conflitos resolvidos. Encontrei aqui magistrados e servidores animados, que não mencionaram nenhuma reclamação nem nada de negativo. Isso demonstra que o trabalho está sendo bem feito, o que nos alegra a continuar. Também é uma forma de lhes garantir maior conforto. Declaro entregue esta obra de reforma, só peço que cuidem, porque ela é para vocês”, considerou.

Pedro Ranzi anunciou, ainda, que em breve Mâncio Lima será interligada ao Sistema de Automação da Justiça (SAJ), o que não ocorreu ainda porque a implantação depende de disponibilização de serviço de transmissão de dados, que só pode ser realizado pela empresa responsável, a Oi/Brt

O Juiz de Direito Substituto José Wagner, que responde pela Comarca, ressaltou o apoio que tem recebido da atual gestão do TJAC. “Nossa Comarca tem recebido uma atenção muito especial da Presidência do Tribunal de Justiça, a exemplo dos investimentos, como veículo, sistema de segurança, esta reforma e as visitas constantes. Foi a melhor escolha de minha vida ter vindo para este lugar, onde quero permanecer o máximo que eu puder. E só tenho que agradecer, com a certeza de que Mâncio Lima ganha muito com todo esse apoio que tem sido dispensado”, assinalou. 

O prefeito Cleidson Rocha salientou a contribuição da iniciativa para a população. “Recebo em nome de toda comunidade essa ação do Tribunal com muita satisfação, para fortalecimento das instituições e de nosso município. Temos uma segurança maior enquanto cidadãos, pois sabemos que somos resguardados e amparados pela Justiça de modo efetivo. Estaremos sempre de portas abertas para recebê-los e colaborar com tudo aquilo que beneficie nossa gente”, afirmou.

Ao final da solenidade, o Padre Guilherme prosseguiu com a bênção das instalações, salientando que com a presença da Justiça em Mâncio Lima, até a violência e a impunidade diminuíram consideravelmente. Em seguida, um coquetel foi servido aos presentes para comemorar a entrega da obra de reforma da unidade judiciária. 

Rodrigues Alves

Os Desembargadores Pedro Ranzi e Samoel Evangelista, acompanhados do Juiz de Direito Clovis Lodi, diretores e assessores do TJAC, já haviam visitado, na quinta-feira (18) o Centro Integrado da Cidadania (CIC) de Rodrigues Alves – distante aproximadamente 630 km da Capital -, cujas instalações também foram melhoradas, com pintura e reparos, por meio do investimento de R$ 16. 470,61 mil.

Em seguida, a equipe do Tribunal Acreano se reuniu com o prefeito do município Francisco Ernilson de Freitas (“Burica”) para discutir possíveis parcerias, com vistas a desenvolver ações conjuntas em prol dos habitantes, muitos dos quais ainda não possuem documentos. O objetivo é realizar a expedição de Carteira de Identidade, CPF, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor e, principalmente, do Registro Civil nos assentamentos da zonal rural – 12 no total -, que só de ramal possui 800 km.

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 22/02/2010