TJAC e Caixa Econômica Federal celebram acordo para financiamento de imóveis

O Tribunal de Justiça do Estado do Acre e a Caixa Econômica Federal celebraram convênio para concessão de crédito imobiliário – com financiamento de imóveis residenciais -, para os empregados e servidores efetivos, ativos, inativos ou pensionistas do TJAC.

A assinatura do acordo de cooperação técnica nº 002/2009 contou com as presenças do Presidente Pedro Ranzi, Diretor de Planejamento João Traumaturgo Neto, Diretor de Recursos Humanos Antonio Rodrigues Vidal, Presidente da Associação dos Magistrados Acreanos (ASMAC), Juiz de Direito Giordane Dourado, pelo Tribunal Acreano e do Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal Aurélio Silva da Cruz.

“Parcerias como esta demonstram que estamos preocupados não somente com o nosso jurisdicionado, em resolver os seus problemas judicialmente, mas também com os nossos servidores, que são os pilares de nossa instituição. Aquilo que tem sido possível e que está ao nosso alcance, temos feito, para garantir seus direitos, benefícios e contribuir para realização de seus sonhos, como o da casa própria”, avaliou o Desembargador Pedro Ranzi.

O objetivo da iniciativa é oferecer condições especiais de pagamento, como juros mais baixos e prazos maiores, para aquisição da casa própria (imóveis residenciais novos, usados, na planta ou construção de unidade isolada).

“A atual gestão deste Tribunal tem sido um divisor de águas, uma vez que tem se aproximado da população, com projetos e ações que levam a Justiça a quem mais precisa. Além disso, tem se preocupado com os seus servidores e funcionários, com parcerias como esta. A Justiça tem de trabalhar para a promoção da cidadania e uma pessoa não tem cidadania se não tiver um teto para morar”, avaliou o Superintendente da Caixa Econômica Aurélio da Cruz.

Para manutenção da taxa de juros reduzida, ao longo do financiamento habitacional, é necessária a pontualidade no pagamento das mensalidades, que será debitado da conta corrente. O prazo máximo contratual é de 30 anos.

Para mais informações, os interessados devem em entrar em contato com a Direção de Recursos Humanos do Tribunal, pessoalmente ou pelo telefone (68) 3211-5490.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 02/10/2009