TJAC celebra parcerias com Prefeitura de Rio Branco para Área de Proteção Ambiental (APA)

Também foi firmado acordo com o Projeto Catar, destinado à Coleta Seletiva de papel e materiais recicláveis em unidades do Judiciário.  

A assinatura de termos de Cooperação Técnica entre o Tribunal de Justiça do Acre, a Prefeitura de Rio Branco e a Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis e Reutilizáveis (Catar) – celebrada nesta terça-feira (6) -, deslinda uma nova etapa na perspectiva da sustentabilidade ambiental no Judiciário Estadual.

O intuito da atual gestão é proporcionar otimização de recursos e eficiência administrativa, mas também fomentar a responsabilidade socioambiental e econômica no âmbito da Instituição.

O primeiro acordo firmado com a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), tem como objeto a conjunção de esforços para execução das atividades na Área de Proteção Ambiental (APA) do Tribunal. O documento prevê a assistência técnica, implantação de um viveiro, doação de mudas, atividades voltadas para Educação ambiental, revitalização da Praça do Palácio da Justiça – além da capacitação profissional, oficinas de meio ambiente e consultoria na implantação do A3P.

Já o segundo termo tem por objeto a coleta de resíduos sólidos para destinação ou descarte, nas unidades do Poder Judiciário, em Rio Branco, por parte da Catar. O programa de Coletiva Seletiva de papel e materiais recicláveis colabora, assim, com a efetividade da Agenda Ambiental 2017-2019, lançada oficialmente nessa segunda-feira (5).

Os pronunciamentos

O ato foi conduzido pela desembargadora-presidente Denise Bonfim, e teve no dispositivo de honra as presenças da desembargadora Waldirene Cordeiro, corregedora geral da Justiça; do prefeito Marcus Alexandre; do secretário municipal de Meio Ambiente, Aberson Souza; da presidente da Catar, Itamara Costa; e dos artistas plásticos Rosilene Nobre e Danilo D’Sacre.

A presidente do TJAC fez questão de lembrar que a APA foi conseguida durante a gestão da desembargadora Cezarinete Angelim, tendo sido cedida pelo governador Tião Viana, através do Decreto nº 4.234, em 25 de fevereiro de 2016. “Daremos continuidade às ações, e executaremos novos projetos”, pontuou.

Ao cumprimentar e agradecer ao prefeito Marcus Alexandre, ela assinalou qual o propósito da parceria institucional.

“Permitirá avançarmos na consolidação de um Parque Ecológico, com atividades sustentáveis de educação ambiental, cultura e lazer, acessíveis à população em geral”.

E também elogiou o trabalho desenvolvido pelo Projeto Catar, agradecendo à presidente da entidade, Itamara Souza.

A desembargadora Denise Bonfim destacou que vai continuar trabalhando em sua gestão para “despertar a consciência individual e coletiva, em atitudes voltadas ao cuidado com o meio ambiente e à preservação do planeta”.

O chefe do Executivo Municipal agradeceu pelo convite para integrar a programação e que frisou que não medirá esforços para contribuir com a iniciativa do Tribunal de Justiça Acreano.

“É muita honra estabelecer essa cooperação com o Tribunal, e com a gestão da desembargadora Denise Bonfim. Aqui me sinto em casa! A equipe da Prefeitura de Rio Branco está toda à disposição para contribuir com esta Instituição que presta um trabalho tão relevante à sociedade acreana”, disse Marcus Alexandre.

Já Itamara Costa ressaltou que a parceria com a Justiça vai ampliar o horizonte de ações da cooperativa, que, segundo ela, coleta entre 60 e 72 toneladas de resíduos por mês.

 

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 06/06/2017