Programa Justiça Comunitária recebe veículo utilitário para otimizar prestação de serviços

O Presidente do Tribunal de Justiça do Acre, Desembargador Pedro Ranzi, repassou ao Programa Justiça Comunitária um veículo novo da marca Fiat, modelo Doblô, ano 2010. O ato de entrega foi prestigiado pelos desembargadores Adair Longuini, Vice-Presidente do Tribunal, e Eva Evangelista, Coordenadora do Programa, pelo Diretor do Foro, Juiz de Direito Élcio Sabo, pela Juíza de Direito Mirla Cutrim, responsável pela execução do Programa, pelo Diretor Geral do TJAC, Carlos Andrade, e demais servidores.

O utilitário foi adquirido com recursos provenientes de emendas parlamentares apresentadas ao Orçamento Geral da União (OGU) por parlamentares que compõem a bancada federal acreana em Brasília e será utilizado nas atividades desenvolvidas pelo programa.

Ao fazer a entrega do veículo à Desembargadora Eva Evangelista, o Presidente do TJAC exaltou a importância do Programa para a comunidade, principalmente as pessoas menos favorecidas, que são atendidas em seus próprios bairros. "O Judiciário está de parabéns por desenvolver um projeto de alcance social como o Justiça Comunitária", afirmou Pedro Ranzi.

Ele também fez questão de agradecer o apoio que a bancada federal acreana tem dispensado ao Judiciário acreano e reiterou que todos os recursos provenientes de emendas estão sendo bem aplicados na melhoria dos serviços prestados ao cidadão. "Os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário trabalham harmonicamente, em benefício da sociedade. E isso é bom para o nosso Acre", salientou.

Demonstrando muito entusiasmo com o Justiça Comunitária, Eva Evangelista agradeceu o apoio que a ação vem recebendo da Direção do Tribunal. A Desembargadora fez um agradecimento especial aos parlamentares acreanos que compõem a bancada federal, que sempre dispuseram a apoiar as ações do Programa. "Os nossos parlamentares são sensíveis às demandas da nossa sociedade e sempre procuram nos apoiar", enfatizou.

Para a Juíza Mirla Cutrim o veículo será de grande utilidade na execução das atividades do Programa e vai facilitar o trabalho dos agentes comunitários. Ela revelou que a falta de um veículo próprio os agentes do Justiça Comunitária se valiam dos veículos de outras instituições para realizar algumas de suas tarefas. "Com a chegada desse veículo o nosso trabalho será facilitado, otimizado e também ampliado", afirmou a magistrada.

 

Programa Justiça Comunitária

Idealizado e coordenado pela Desembargadora Eva Evangelista, o Programa Justiça Comunitária é desenvolvido pelo Tribunal de Justiça desde 2002, inicialmente em convênio com o Ministério da Justiça.

Desde 2006 o Programa vem sendo executado em parceria com a Prefeitura de Rio Branco e recentemente foi fortalecido por conta dos convênios nº 034/2008, do TJAC com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania – Pronasci, do Ministério da Justiça, e nº 700546/2008, com a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República. Esta última parceria tornou-se possível pelas emendas parlamentares apresentadas pelos deputados federais Nilson Mourão, Ilderlei Cordeiro, Sérgio Petecão e Flaviano Melo.

Em Rio Branco, o Programa é desenvolvido em 35 bairros carentes, divididos em 6 regionais. No ano de 2009, pela primeira vez, o mesmo trabalho realizado com sucesso na Capital começou a ser colocado em prática em outros dois municípios do Estado – Capixaba e Epitaciolândia, onde também se espera atingir bons resultados na solução rápida e amistosa de pequenos conflitos, por meio da mediação e conciliação. 

      

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 12/02/2010