Presidente Roberto Barros anuncia Gratificação por Alcance de Resultado (GAR)

O desembargador-presidente Roberto Barros realizou diversas reuniões na última sexta-feira (01) para anunciar a implantação oficial da Gratificação por Alcance de Resultado (GAR).

Primeiramente, ele esteve reunido com a equipe de diretores e assessores do Tribunal, ocasião em que destacou a expectativa para os próximos meses. “Este é um grande momento para esta instituição, pois a um só tempo a GAR vai valorizar a todos os servidores e estimulá-los a participar das metas estratégicas do Tribunal”, disse Roberto Barros.

O presidente também informou que da mesma forma que serão definidos indicadores para os servidores que atuam na área judicial, as unidades administrativas precisarão de igual modo alcançar os objetivos propostos.

Diretores de secretaria

Ainda no mesmo dia, o desembargador-presidente se reuniu com os diretores de secretaria que atuam tanto na Capital quanto no interior do Estado.

Ele fez uma explanação sobre as principais ações desenvolvidas na atual gestão do Tribunal entre elas: a virtualização de todos os processos; a contratação de mais juízes e servidores; os investimentos em segurança institucional e na área de tecnologia; a implantação do auxílio saúde dos servidores; a renovação da frota com aquisição de 22 novas caminhonetes; a implantação da GAR etc.

Sobre esse último tema, Roberto Barros anunciou que serão liberados os indicadores das unidades em duas perspectivas: as metas institucionais (que todos precisam contribuir para alcançar) e as metas específicas de cada unidade.

Ele disse que um portal já está sendo desenvolvido com todas essas informações e, ainda, ouviu os diretores de secretaria presentes, recebeu sugestões e tirou dúvidas.

O que é a GAR

A Gratificação por Alcance de Resultados (GAR) tem por finalidade fortalecer o comprometimento do servidor com o Poder Judiciário do Estado do Acre, no sentido de estimulá-lo a participar do processo que visa ao alcance das metas estratégicas estabelecidas para o Poder.

A GAR será baseada na avaliação dos resultados alcançados pelo Poder Judiciário, a partir da consecução dos seus objetivos estratégicos e do alcance das metas da unidade administrativa ou jurisdicional em que o servidor atue.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 14/10/2014