Poder Judiciário dá início ao seu planejamento estratégico plurianual

O Poder Judiciário do Acre reuniu na tarde de quarta-feira (07), no Teatro Plácido de Castro, em Rio Branco, seus magistrados e servidores para uma importante atividade: iniciar os trabalhos de planejamento estratégico plurianual da instituição.

O evento, que iniciou com uma mensagem gravada em vídeo do Presidente do TJAC, desembargador Pedro Ranzi, serviu como uma oportunidade inédita de reunião de todos aqueles que compõem o Judiciário Acreano, que juntos passarão a trocar idéias e propostas de ação, visando definir metas para o Judiciário nos próximos cinco anos.

Em sua mensagem, o Presidente afirmou que se sentia orgulhoso com a participação dos magistrados e servidores na construção de um planejamento conjunto para o Judiciário e que qualquer contribuição será sempre muito bem vinda. "Queremos a participação de todos e de todas, para que possamos construir uma Justiça fortalecida, coesa, unida e efetiva", enfatizou.

O Vice-Presidente do TJAC, desembargador Adair Longuini, lembrou que a idéia do planejamento estratégico começou durante a realização do MBA em Poder Judiciário, promovido pelo Tribunal, no qual foi ministrada aos nagistrados participantes uma disciplina específica sobre o tema. "Após o MBA, veio uma exigência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que estabeleceu a chamada Meta 1, obrigando os tribunais brasileiros a preparar seus planejamentos estratégicos plurianuais", explicou o desembargador.

Segundo Adair Longuini, o grupo responsável pela elaboração do planejamento tem até o dia 4 de dezembro deste ano para concluir os trabalhos. Em seguida, a proposta será submetida à apreciação dos desembargadores que compõem o Tribunal Pleno Administrativo.

A atividade teve a participação dos professores Mozarth Melo, doutor em Humanística pela Universidade de Oxford (Inglaterra), e Paulo Barbosa, mestre em Planejamento pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ), que juntos ministraram palestra explicando o que é planejamento estratégico e sua importância para as instituições contemporâneas.

Como parte da mesma campanha em prol da construção participativa do seu planejamento estratégico, o TJAC disponibiliza durante esta semana um formulário eletrônico na sua rede de Intranet para depósito de idéias voltadas para a melhoria do Judiciário.

Nas comarcas de Rio Branco e Senador Guiomard, os interessados em participar também têm a possibilidade de depositar suas sugestões nas caixas de mensagens distribuídas pelos prédios do Judiciário.

Meta 1

Com esta atividade o TJAC marca o início da sua programação para cumprimento da Meta 1 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – "desenvolver e/ou alinhar planejamento estratégico plurianual (mínimo de 5 anos) aos objetivos estratégicos do Poder Judiciário, com aprovação no Tribunal Pleno".

A Meta 1 é parte de um total de 10 Metas Nacionais de Nivelamento, aprovadas pelos tribunais brasileiros durante o II Encontro Nacional do Judiciário, realizado em Belo Horizonte (MG), em fevereiro deste ano. Posteriormente, elas foram integradas na Resolução nº 70 do CNJ e devem ser alcançadas pelo Judiciário até o final de 2009.

Por meio delas, objetiva-se proporcionar maior agilidade e eficiência à tramitação dos processos, melhorar a qualidade do serviço jurisdicional e ampliar o acesso do cidadão brasileiro à Justiça.

 

Leia mais:

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 09/10/2009