Parceria com o governo será ampliada

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Samoel Evangelista, disse que a experiência bem sucedida de fazer funcionar um Juizado Especial Criminal Itinerante durante o Carnaval no quartel da PM pode servir de modelo para outras parcerias do Judiciário com o governo do Estado nessa área. A proposta inicial de realizar esse tipo de trabalho uma vez por mês e para tanto uma reunião deve ser realizada nos próximos dias para tratar da questão. A boa divulgação pela imprensa do trabalho do juizado, segundo Evangelista, também ajudou a reduzir os índices de criminalidade, daí a proposta de ampliar a parceria. Ele citou como exemplo o fato de que mais de 700 detenções foram feitas, mas apenas 44 foram parar no juizado, resultado da triagem dos casos feitos pela Polícia. O corregedor Arquilau de Castro Melo lembrou que o plantão dos juízes funciona todos os finais de semana, mas falta uma maior proximidade com os delegados e há muita reclamação de ambas as partes e que a experiência do Carnaval será importante para a montagem de uma nova estrutura de funcionamento desses plantões, visando sempre à celeridade da Justiça e ao atendimento ao cidadão. “A experiência do Carnaval serviu como um laboratório para que possamos realizar novos trabalhos que podem, inclusive, virar rotina, com o cidadão sendo o grande beneficiário deste trabalho”, disse o desembargador Arquilau de Castro Melo. Fonte: Jornal A Tribuna (10/02/2005)

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 10/02/2005