Nota Oficial 29-05-13

O Tribunal de Justiça do Estado do Acre, ao receber a comunicação sobre a existência de ameaças destinadas à desembargadora Denise Bonfim, imediatamente adotou providências no sentido de resguardar a integridade da magistrada e requisitou as ações necessárias para a apuração da informação e identificação de responsáveis para a devida aplicação da lei penal, consoante tem procedido nas situações semelhantes.

O Poder Judiciário Acreano solidariza-se com a desembargadora Denise Bonfim e reforça a crença na atuação das instituições vinculadas à segurança pública na apuração dos fatos e indicação de autoria, até agora não apontada, ao tempo em que repudia qualquer ação que tente intranquilizar o exercício jurisdicional da magistratura que se pauta com claros propósitos de justiça e, sempre, pela firme decisão com base na interpretação do conjunto probatório a si apresentado e livre de qualquer influência ou comentário.

Roberto Barros
Presidente do Tribunal de Justiça do Acre

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 25/06/2015