Membros do TJAC recebem da Polícia Militar a Medalha Guardiões da Estrela Altaneira

Desembargadora-presidente Cezarinete Angelim já havia sido agraciada com a comenda pelos serviços prestados em prol da segurança pública do Estado do Acre.

Os desembargadores Pedro Ranzi e Laudivon Nogueira receberam a Medalha Guardiões da Estrela Altaneira, concedida pela Polícia Militar do Acre (PMAC), em evento realizado nessa quarta-feira (27) no Quartel do Comando Geral. A comenda é alusiva aos 100 anos da corporação, e também foi entregue à desembargadora-presidente Cezarinete Angelim, em solenidade de formatura geral ocorrida em maio deste ano.

estrela_altaneira_tjac_5

A ordem do mérito foi concedida a autoridades integrantes dos Poderes constituídos no Estado (Executivo, Legislativo e Judiciário), como o governador do Acre, Tião Viana; o presidente da Assembleia Legislativa Estadual, Ney Amorim; a juíza Maha Manasfi, diretora do Foro da Comarca de Rio Branco.

“Esta instituição, através dos valorosos homens e mulheres que compõem a sua força, atua diretamente na proteção dos cidadãos e na segurança da sociedade. Trata-se de auspicioso e excelente trabalho que a Polícia Militar Estado do Acre tem feito ao longo de seus anos de existência, atuando de forma brilhante e eficaz no combate à criminalidade”, assinalou à época a presidente do TJAC.

Ao compartilhar a honraria com os seus pares, os desembargadores, com juízes e servidores, Cezarinete Angelim destacou a necessidade de se “manter o elo institucional, que nos garante o diálogo, a aproximação, que nos fortalece”.

O desembargador Pedro Ranzi demonstrou alegria pela homenagem, frisou a eficiência do trabalho da PMAC e destacou a relevância de se “manter e aperfeiçoar as relações institucionais, a fim de que se estabeleçam parcerias e o esforço conjunto voltado à solução dos problemas da sociedade”.

estrela_altaneira_tjac_1

Sentindo-se honrado, o desembargador Laudivon Nogueira considerou que “receber a comenda por parte de uma instituição tão importante para a história do Acre é algo indescritível”.

estrela_altaneira_tjac_6

Comandante geral da PM, o coronel Júlio César elogiou a parceria que o Tribunal de Justiça Acreano tem estabelecido “na busca de soluções voltadas ao enfrentamento da violência no Estado”.

A desembargadora Eva Evangelista também seria agraciada com a medalha, mas por problemas pessoais não pôde comparecer. Não obstante, a decana da Corte de Justiça Acreana destacou que a distinção “representa uma honra face à relevância histórica da PM e ao seu reconhecido prestígio no Estado”.

Breve histórico

Em 25 de maio de 1916, o Governo Federal através do decreto n° 12.077, criou as Companhias Regionais, com missão de conservar a ordem pública em cada Departamento, inclusive do recém-criado Alto-Tarauacá. As Companhias Regionais são consideradas como o embrião do Polícia Militar de hoje, por isso se comemora o aniversário da PMAC no dia 25 de maio.

A estrutura organizacional da polícia acreana modificava-se de acordo com o desenvolvimento administrativo do Acre. Após a unificação dos Departamentos, em 1° de janeiro de 1921, as Companhias Regionais foram extintas. Em seu lugar, foi criada a Força Policial do Território Federal do Acre.

Nesse período, escritos comprovam a participação efetiva da polícia acreana nas mais diversas áreas sociais. Além da segurança pública realizada, os soldados também deram valiosas contribuições na construção civil, no ensino e na própria administração do território.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 28/07/2016