Juizados Especiais Criminais: novas instalações são entregues à comunidade

Em solenidade concorrida, a Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, Desembargadora Izaura Maia, entregou nesta terça-feira, 30, às 10 horas, as novas instalações dos Juizados Especiais Criminais da Comarca de Rio Branco.

O evento foi prestigiado pelo Vice-Presidente do TJAC, Desembargador Pedro Ranzi, pela Corregedora Geral da Justiça, Desembargadora Eva Evangelista, além de diversas autoridades, entre elas a Procuradora Geral do Estado, Nazareth Lambert, Secretária da Controladoria do Estado, Flora Valladares, Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Henrique Corinto, Corregedor do Instituto de Administração Penitenciária, Leonardo Carvalho, magistrados, diretores, assessores e servidores do Judiciário.

O prédio que passa a abrigar o 1º e o 2º Juizado Especial Criminal da Capital está localizado na Avenida Nações Unidas, nº 2.688, Bairro Estação Experimental. O local foi totalmente reformado para abrigar as unidades. A obra consistiu na reforma geral das antigas instalações, com a reestruturação da fachada, aquisição de novos equipamentos de informática, sistema de ar refrigerado e mobiliário, além de nova rede lógica de Internet, elétrica e hidráulica.

Após o descerramento da placa de entrega das novas instalações, o Juiz de Direito Afonso Braña Muniz, Titular do 2º Juizado Especial Criminal, fez um breve pronunciamento, oportunidade em que saudou os presentes e parabenizou a Direção do Tribunal por investir na melhoria das condições de trabalho dos magistrados e servidores do Judiciário acreano. 

“É com enorme satisfação que estamos nesse novo ambiente”, afirmou o Juiz, acrescentando que conta com o apoio dos servidores da unidade judiciária que dirige para oferecer um serviço digno à sociedade. “Atendemos um número significativo de cidadãos de nossa cidade e agora, com essas novas instalações, teremos condições de melhorar ainda mais a nossa prestação jurisdicional”, enfatizou Braña.

O Titular do 1º Juizado Especial Criminal, Juiz de Direito José Augusto Cunha Fontes da Silva, salientou a importância de se concentrar as duas unidades judiciárias em um mesmo local, possibilitando melhor acesso dos jurisdicionados aos serviços da Justiça. “Com esse espaço unificado, as pessoas irão procurar o mesmo lugar, onde obterão pronto atendimento. Isso é excelente”, disse.

Ao fazer suas considerações, a Corregedora Eva Evangelista também elogiou a unificação das duas unidades. “Nós teremos, agora, a funcionalidade”, destacou a Desembargadora, ressaltando ainda o empenho da administração do TJAC em aprimorar a estrutura física e tecnológica do Judiciário.

Por sua vez, o Desembargador Pedro Ranzi lembrou um pouco da história dos Juizados Especiais Criminais em Rio Branco, tendo o 1º JECRI completado 13 anos de existência no dia 8 de dezembro. “Fico feliz por acompanhar esse momento importante de celebração da construção e crescimento dos Juizados. Esse momento de congraçamento dos meus colegas magistrados e suas equipes é salutar porque o nosso serviço é apaziguar a sociedade, esta é a missão dos Juizados Criminais”, enfatizou o Vice-Presidente do TJAC.

A Presidente Izaura Maia assegurou que a idéia de reunir os dois Juizados em um só local, com espaços otimizados, além de propiciar um ambiente de trabalho mais adequado e saudável, teve o objetivo de melhorar os serviços oferecidos aos jurisdicionados.

Izaura Maia ainda fez questão de enaltecer o trabalho de sua equipe, que tem trabalhado de maneira firme e compromissada durante todos os momentos de sua gestão. “É importante também destacar o papel fundamental desempenhado por minha equipe, que me sustenta e permitiu concretizar importantes sonhos em prol do Judiciário, que é a casa de todos nós”.

A solenidade foi encerrada com uma visitação às novas instalações dos Juizados e um coquetel servido aos presentes.

 

Juizados Criminais de Rio Branco

Instalado em 08 de dezembro de 1995, o 1º Juizado Especial Criminal funcionava à Rua Riachuelo, nº 333, no Bairro José Augusto. Já o 2º Juizado Especial Criminal, instalado em 06 de dezembro de 2002, funcionava na 6ª USP, no Bairro Aeroporto Velho.

Com a entrega das novas instalações, as audiências agendadas para ocorrer nos prédios antigos já serão realizadas na nova unidade localizada no Bairro Estação Experimental.

 

Veja a Galeria de Imagens.

             

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 30/12/2008