Dirigentes da área de Segurança preparam estrutura para recolhimento de armas

Igrejas católicas e evangélicas de todo o Estado devem auxiliar as autoridades da área de Segurança Pública do Acre no recolhimento de armas e na campanha do desarmamento. A proposta foi apresentada hoje pela manhã, durante reunião de trabalho no Tribunal de Justiça da qual participaram o presidente do TJ, desembargador Samoel Evangelista, o corregedor geral da Justiça, desembargador Arquilau de Castro Melo, procurador geral do MPE, Eliseu Buchmeier, superintendente da Polícia Federal no Acre, delegado Dirceu Augusto Silva, o secretário de Segurança Antônio Monteiro, comandante da PM, coronel Rodrigues e o diretor de Polícia Civil Walter Prado. Ainda esta semana os dirigentes de órgãos da área de segurança estarão se reunindo com pastores de todas as denominações evangélicas do Estado para tratar do assunto e também com o Bispo da Diocese de Rio Branco, D. Joaquin Pertinez. Com isso, o recolhimento das armas deixaria de ser feito apenas na Polícia Federal e seria realizado nas igrejas, com a Polícia Federal capacitando e treinando as pessoas que iriam receber as armas, dentro da proposta de desarmamento da população e inserindo o trabalho na campanha pró-referendo do desarmamento, a ser realizada em outubro. Fonte: Assessoria de Imprensa do TJAC

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 19/07/2005