Deficiente visual é aprovado em processo seletivo do TJAC

O aluno Cibero Viana Freire, do 6º período do curso de Serviço Social da União Educacional do Norte – UNINORTE, foi o primeiro deficiente visual contratado pelo Poder Judiciário. Ele conseguiu a segunda colocação entre os alunos que disputaram as 20 vagas disponíveis na categoria “outras áreas de formação”.

Para o acadêmico é a realização de um sonho ser aprovado na primeira seleção para estagiários no Tribunal de Justiça do Estado do Acre. Cibero parabenizou o Presidente do TJAC, Desembargador Pedro Ranzi, pela iniciativa na contratação de estagiários e principalmente com algum tipo de deficiência. “Se todas as instituições tomassem essa iniciativa como exemplo creio que ia fazer uma grande diferença no nosso Estado, porque as pessoas com deficiência precisam de trabalho para se manter economicamente e ser digno pra sociedade. O Tribunal de Justiça está dando exemplo de como uma instituição deve cumprir com os direitos e deveres do cidadão”, disse.

Cibero foi lotado no Juizado da Infância e da Juventude, em virtude de seu curso de formação e do espaço físico do local, que é adequado para deficientes físicos e visuais.

A capacitação dos 50 estagiários aprovados no processo seletivo do TJAC começou hoje, 24. São duas turmas, cada uma com 25 estagiários, uma pela manhã e outra à tarde. As aulas são ministradas no CECAP, onde os acadêmicos recebem orientações básicas sobre direito, português e informática. Após esse curso, os estagiários serão lotados nos setores do Judiciário Acreano.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 24/06/2009