Concurso Juiz de Direito Substituto: TJAC inicia Curso Oficial para Ingresso na Carreira da Magistratura

O Tribunal de Justiça do Acre iniciou nesta segunda-feira (12) o Curso Oficial para Ingresso na Carreira da Magistratura. Nesta sexta e última etapa os finalistas terão uma preparação de quatro meses para ingressar no Poder Judiciário como juízes substitutos.

Curso faz parte do concurso para preenchimento de vagas e formação de cadastro de reserva para o cargo de juiz de Direito substituto. Durante quatro meses os 11 finalistas irão se dedicar ao Curso Oficial para Ingresso na Carreira da Magistratura do Estado do Acre.

Na abertura do curso o presidente do TJAC, desembargador Roberto Barros, o diretor da Escola do Poder Judiciário (Esjud), desembargador Francisco Djalma, o presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), Raimundo Nonato e a desembargadora Regina Ferrari, que compõe o Comitê Técnico Científico, deram as boas vindas aos 11 candidatos-alunos.

A solenidade também foi prestigiada pela coordenadora pedagógica do Curso, juíza Olívia Ribeiro, pelos orientadores das aulas práticas, juízes Giordane Dourado e Lois Arruda, e também pelo vice-presidente da Asmac, juiz Gilberto Matos.

“É com muita satisfação e alegria que recebemos vocês que serão os novos integrantes do Poder Judiciário. Parabéns e sucesso a todos nessa nova fase de suas vidas”, disse o presidente do TJAC.

O presidente da Asmac lembrou que dos 11 finalistas do concurso apenas um é acreano e destacou que os novos profissionais conhecerão as peculiaridades existentes no Acre. “A passagem pelo interior é enriquecedora”, e completou lembrando que “vivemos hoje um momento de estrema boa relação com a administração. Então, vocês chegam em um momento muito bom. Sejam todos muito bem vindos”.

Já o diretor da Esjud e também presidente do Comitê Técnico Científico, desembargador Francisco Djalma, além de apresentar a equipe de coordenação do curso, declarou a abertura oficial das aulas. “Agradeço e cumprimento a todos, ao mesmo tempo em que declaro aberta esta etapa do Concurso”, disse.

É a primeira vez que o curso de formação, de caráter eliminatório, está sob a coordenação da Esjud. São cerca de 480 horas/aula, com disciplinas ministradas por desembargadores, juízes e professores renomados de diversos estados. “Temos professores experientes e se vocês chegaram até aqui é porque estão dispostos a ir mais longe. Nós estamos aqui para ajudá-los a ir mais longe”, lembrou o orientador das aulas práticas, juiz Giordane Dourado.

Em uma conversa informal, o desembargador Roberto Barros apresentou aos futuros juízes os principais projetos da atual administração: a digitalização dos processos, a movimentação na carreira da magistratura, a reforma administrativa, o PCCR dos servidores, além da Cidade da Justiça de Rio Branco e o trabalho desenvolvido para cumprimento as metas do Conselho Nacional de Justiça, CNJ.

A segunda parte da abertura do Curso foi uma atividade de “vivência” conduzida pela desembargadora Regina Ferrari, com o objetivo de preparar os candidatos para as aulas que vão até o dia 13 de dezembro.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 24/06/2015