Comarca de Brasiléia: Reeducandos passam por qualificação profissional

Com o objetivo de promover a inclusão social e oferecer alternativas práticas para a geração de renda lícita aos reeducandos, a Central de Penas Alternativas da Comarca de Brasiléia promoveu na semana passada um curso profissionalizante de confecção de puffs.

O curso foi promovido em parceria com o Juízo da Comarca de Epitaciolândia e foi coordenado pelo Juiz de Direito Substituto Alesson Braz e Shirlei Menezes.

Durante o treinamento, 14 reeducandos aprenderam as técnicas de confecção de puffs a partir da reciclagem de garrafas pet, além de aprender a fazer a seleção dos materiais utilizados no trabalho e noções básicas de empreendedorismo.

De acordo com o Juiz Alesson Braz, esse tipo de qualificação é pioneiro no Estado e demonstra a preocupação do Judiciário em garantir a reinserção de ex-detentos no mercado de trabalho, evitando dessa forma que estes retornem ao crime.

A seleção dos participantes do treinamento foi efetuada pela equipe psicossocial do Fórum de Brasiléia, sob o acompanhamento e orientação de Alesson Braz, que levou em consideração o perfil vocacional de cada reeducando.

Os participantes receberam material gratuito durante o curso e ao final do treinamento puderam expor e vender toda produção. O sucesso foi tamanho, que em poucas horas de exposição o estoque produzido foi todo comercializado.

 

(Com informações do site O Alto Acre)
 
 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 09/08/2010