Américo de Mello lança álbum fotográfico sobre a história do Acre

Acontecerá na próxima terça-feira, 26, às 17h30, no Palácio da Justiça – Centro Cultural do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, em Rio Branco, o lançamento do álbum fotográfico “Encontro da História do Acre-Estado, 46 Anos”, de Américo de Mello.

 

O evento estava inicialmente agendado para o dia 19 de agosto, mas, em deferência ao luto oficial de três dias no âmbito do Poder Judiciário do Estado, pelo falecimento da Juíza de Direito Maria Tapajós Sant’Ana Areal, foi transferido para o dia 26.

 

No ano de 2007, aproveitando as comemorações pelos 80 anos de vida de Américo de Mello, o cineasta Adalberto Queiroz realizou um levantamento para registrar a rica trajetória pessoal e profissional do fotógrafo. O resultado ele gravou no DVD que contém todo o acervo fotográfico acumulado ao longo dos seus 50 anos de carreira.

 

Posteriormente, o artista plástico Glicério Gomes sugeriu a montagem de uma exposição de fotos antigas do Acre, reunindo as principais peças de Américo de Mello. A mostra já visitou os salões do Tribunal de Contas do Estado do Acre, Memorial dos Autonomistas e Justiça Federal, e em 17 de julho chegou ao Tribunal de Justiça do Estado do Acre, onde permanecerá até o dia 17 de setembro.

 

O sucesso da exposição motivou a compilação do trabalho de Mello em livro. Assim, incentivado pelos amigos, o fotógrafo optou pela publicação do seu acervo no álbum fotográfico intitulado “Encontro da História Acre-Estado, 46 anos”.

 

O fotógrafo

Antonio Américo de Mello, natural da cidade de Independência (CE) e profissional da saúde, construiu sua carreira como fotógrafo no Acre, onde chegou no ano de 1955. A projeção profissional se deu com a parceria firmada com o jornalista José Leite, com quem começou trabalhando para a revistinha A Bola e depois no jornal O Rio Branco. Integrou a Associação dos Repórteres Fotográficos de São Paulo e atuou como delegado da Associação dos Repórteres Cinematográficos do Brasil no Acre.

Mello também foi correspondente de importantes revistas brasileiras, como Placar e Integração. Hoje, com mais de 50 anos atuando como fotógrafo profissional, Mello orgulha-se de ser um dos primeiros jornalistas profissionais com registro no Ministério do Trabalho no Acre. Com mais de 50 mil fotos, sua obra fotográfica registra desde os governos acreanos até a evolução arquitetônica da cidade de Rio Branco nas últimas décadas, constituindo um importante acervo para a história do Acre.

A exposição fotográfica no Tribunal de Justiça

No dia 17 de julho deste ano o TJAC lançou a 5ª Edição do Projeto Mais Arte, que traz a exposição de fotografias de Américo de Mello, denominada “Acre Estado 46 Anos”. Ela retrata a história política do Acre e das instituições públicas do Estado, além de momentos importantes da sociedade acreana nas últimas cinco décadas.

Desenvolvido há um ano pelo TJAC, o Projeto tem procurado aproximar e divulgar o trabalho de artistas locais, valorizando os talentos acreanos e proporcionando um ambiente de trabalho mais agradável a servidores e visitantes da sede do Tribunal de Justiça.

A exposição vai até 17 de setembro e está aberta ao público no horário das 8 às 18 horas. A sede do TJAC está localizada na Rua Floriano Peixoto, nº 460, no Centro de Rio Branco. Os agendamentos para visitas coletivas, como grupos de alunos ou turistas, devem ser feitos pelo telefone (68) 3211-5357.

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 22/08/2008