Alegria, diversão e união das famílias marcam 2º Arraial do TJAC

Iniciativa garantiu maior integração entre os profissionais da Justiça e suas famílias, bem-estar e qualidade de vida.

O átrio da Sede Administrativa do Tribunal de Justiça do Acre se tornou pequeno diante do tamanho da descontração, bem-estar e alegria proporcionados pela segunda edição do Arraial. Centenas de pessoas estiveram no local, vindas de perto e de longe; magistrados, servidores, colaboradores e seus familiares prestigiaram o evento, que fez parte das comemorações pelos 53 anos da Instituição. Cada um a seu modo demonstrou sua satisfação, elogiando a organização, as atrações e os detalhes, mas foi a desembargadora-presidente Cezarinete Angelim quem melhor sintetizou o significado da festividade.

“É com grande emoção que compartilho este momento com todos vocês. Essa festa preparada com todo carinho é dedicada a nossas famílias, à família do Judiciário, precisamos nos integrar cada vez mais, desfrutar de oportunidades felizes como esta, marcada pelo acolhimento, fraternidade, diversão e atividades culturais e lúdicas”, explicou.

arraial-do-tjac-jun16-1

A presidente do TJAC também assinalou que essa não é uma ação isolada, pois o 2º Arraial está inserido na perspectiva de humanização, uma das principais diretrizes da atual gestão, que visa possibilitar maior interação entre os profissionais da Justiça, ao mesmo tempo em que permite o desenvolvimento de diversas ações de prevenção, promoção à saúde e à qualidade de vida.

Decana da Corte de Justiça Acreana, a desembargadora Eva Evangelista fez questão de visitar o Arraial, e enalteceu a iniciativa. “Estava em meu gabinete, quando ouvi a música junina contagiante e fiquei a pensar sobre a relevância de resgatar esses valores. Chegando aqui vejo que essas cores, a luz, a decoração, as barracas, o ambiente convidativo, as tantas opções de lazer, proporcionam um congraçamento, que nos toca. Revela-se assim o sentimento de pertencimento à Instituição, com o qual construímos as verdadeiras relações de significado”, afirmou.

arraial-do-tjac-jun16-72

Além dela, também estiveram presentes os desembargadores Pedro Ranzi, Roberto Barros, Francisco Djalma, Waldirene Cordeiro e Maria Penha.

Os juízes de Direito Olívia Ribeiro, Marcelo Badaró, Mirla Regina, Maha Manasfi, Thaís Khalil, Danniel Bomfim, Shirlei Hage, Zenice Mota, Maria Rosinete, Ivete Tabalipa, Marlon Machado, Kamylla Acioli (substituta); bem como o presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sinspjac), Leuson Rangel, também participaram da festividade.

As famílias reunidas nas mesas, com os sorrisos estampados nos rostos, que aformoseiam a alma, explicitavam o contentamento com a atividade.

As atrações

Os participantes do 2º Arraial do TJAC não resistiram à boa música, celebraram e caíram no arrasta-pé, embalados pelo Grupo Hélio Melo, bastante conhecido na cidade, em decorrência das apresentações no Senadinho.

Outro momento memorável foi a apresentação do Coral do Judiciário. Conduzidos pelo maestro Israel Lira, os componentes do grupo, vestidos a caráter, deram um show à parte, a um só tempo atuando como cantores e dançarinos.

O repertório incluiu músicas que exaltaram a cultura nordestina e proporcionou ao público momentos de lazer e reflexão, como o Xote das Meninas (Luiz Gonzaga e Zé Dantas) e Xote Ecológico (Luiz Gonzaga).

Quem também passou pelo palco foi o grupo de dança Passo a Passo, com uma coreografia também voltada para os tradicionais ritmos nordestimos, e expressões corporais ligadas ao bem-estar, entretenimento e ao lazer coletivo.

Ao final, a etapa mais esperada, foi a apresentação da quadrilha junina do Judiciário, seguida da apresentação da quadrilha convidada “Juventude Junina”. Um momento, vivido conjuntamente por magistrados e servidores.

Na formação dos pares, a quadrilha junina do TJAC trouxe uma novidade este ano, a participação da juíza de Direito Maria Rosinete, que ao lado do esposo e do casal de filhos, deu um tom especial à festa.

Também houve uma atenção especial às crianças, que tiveram à sua disposição diversos brinquedos, além de pula-pula, castelinho e tobogã.

Diversão e culinária regional

Promovido pela Presidência do TJAC, por meio da Diretoria de Gestão de Pessoas (Dipes), a festividade contou com parceiros importantes, como a Prefeitura de Rio Branco, com a Economia Solidária e Senadinho, a Associação dos Magistrados do Acre (Asmac) e Sinspjac.

Aliado à participação de magistrados e servidores, que também montaram barracas, a parceria proporcionou aos presentes diversão e culinária de boa qualidade. Tinha barraca de todo tipo, até mesmo de dicas de saúde e do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), um divisor de águas na história do Tribunal, pois trouxe mais modernidade e eficiência na área administrativa.

A artesã Ivane Queiroz, expositora do Economia Solidária, participou do Arraial do Tribunal pela primeira vez com uma banca de artesanato. Ela cria produtos a partir de fios e tecido e falou como se sente dessa parceria com o Judiciário.

“Pra mim é uma oportunidade única, principalmente, por conta da presença das pessoas do Judiciário, que às vezes não tem tempo de ir à pracinha do centro, onde todo fim de semana expomos nossos produtos. É maravilhoso!”, declarou.

Participando do arraial do Judiciário pela segunda vez, a fabricante de bombons artesanais Maria da Liberdade, expôs mais de 17 sabores, dentre eles alguns exóticos como de pimenta, araçá, buriti e jambu. É uma honra ter recebido o convite, isso é sinal que meu produto é bom e reconhecido. Valoriza nosso trabalho e podemos mostrar para mais pessoas”, disse.

A rica programação teve ainda muitas comidas típicas, a animação do DJ Neves, e a realização do bingo de uma TV, uma bicicleta, um tablet e outros prêmios.

Era bem fácil encontrar alguém se divertindo e feliz na festa junina, mas era impossível localizar alguém que não estivesse plenamente satisfeito.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 12/07/2016