1ª Vara de Família de Rio Branco cumpre Meta 2 com criatividade nos procedimentos

A 1ª Vara de Família de Rio Branco, que tem como titular o Juiz Pedro Longo, foi mais uma unidade a atingir os objetivos fixados pela Meta 2 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pela qual todos os processos ajuizados até o ano de 2005 deveriam receber sentença até o final deste ano.

Segundo o Juiz, o desafio só foi atendido graças ao excepcional apoio de toda equipe de servidores da unidade, ao respaldo fornecido pela administração do Tribunal de Justiça, por meio do seu Presidente, Desembargador Pedro Ranzi, e pela parceria como os demais órgãos e profissionais envolvidos, como Ministério Público, Defensoria Pública e advogados em geral.

“Nesse contexto, merece destaque especial a atuação da Defensora Pública Maria das Graças Ruela Maia Maciel e do Promotor de Justiça Carlos Maia, que não mediram esforços para agilizar os procedimentos de sua responsabilidade, bem como, de todos os advogados”, afirmou Pedro Longo durante a reunião de confraternização promovida na unidade no dia 18 de dezembro.

Para que os objetivos fossem alcançados, a 1ª Vara de Família procurou adotar procedimentos criativos para superar barreiras burocráticas, utilizando-se, por exemplo, de intimações via telefone e expedindo cartas precatórias por fax, além de obter prazos especiais dos laboratórios que coletam e analisam material genético para fins de identificação de paternidade.

Para mais informações sobre a campanha pela Meta 2 no Judiciário Acreano, acesse o link especial sobre o tema disponível na página inicial do portal TJAC na Internet – www.tjac.jus.br.

 

Leia mais:

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 24/12/2009