Projeto premiado do TJAC será implantado nas escolas públicas de Cruzeiro do Sul

Um dos propósitos do projeto é a prevenção à violência doméstica e familiar, portanto o lançamento integra a programação dos “21 Dias de Ativismo”

Nesse ano de 2022, o projeto “Mediação de Conflitos nas Escolas” foi um dos vencedores do Prêmio Prioridade Absoluta, promovido pelo Fórum Nacional da Infância e da Juventude e Secretaria Especial de Programas, Pesquisa e Gestão Estratégica. A iniciativa será ampliada pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), com a realização do projeto nas escolas públicas de Cruzeiro do Sul.

Em Rio Branco, as atividades mobilizaram a comunidade escolar sobre a cultura de paz, por meio de formações voltadas à comunicação não-violenta, assertividade, escuta e empatia. Deste modo, os conhecimentos adquiridos pelos 300 alunos participantes se multiplicaram em boas práticas, envolvendo os professores, funcionários da escola e alcançando suas famílias.

A desembargadora Eva Evangelista, coordenadora estadual das Mulheres em Situação de Violência, afirmou que o trabalho educativo ocorrerá nos mesmo moldes no Juruá, visando a melhoria da convivência nas unidades escolares e tornando o público mais vigilante contra as violações, inclusive sobre a violência doméstica.

“A ‘Mediação de Conflitos nas Escolas’ é um projeto inovador, que propõe um desafio cultural aos adolescentes. Esse é um projeto muito importante para nós e se trata de uma ação que foi reconhecida por engajar a todos a partir do conhecimentos dos direitos”, enfatizou a decana da Corte.

A ampliação do projeto foi possível devido ao convênio com o Ministério da Justiça, objeto de emenda parlamentar da deputada Jessica Sales. Assim, será investido na contratação de agentes comunitários, que vão colaborar com a mobilização e capacitação dos professores, alunos e comunidade.

Miriane Teles | Comunicação TJAC