TJAC garante retirada de armas das Comarcas da Capital e interior do Estado

Instituição assegura que a partir de agora todo armamento e munições apreendidos nos processos criminais não fiquem armazenados em unidades do Judiciário Acreano.

A atual gestão do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) garantiu a retirada de todas as armas das Comarcas de Rio Branco e do interior do Estado, as quais foram apreendidas por meio de processos criminais. Desse modo, a Instituição garante a segurança e proteção não apenas das unidades judiciárias em si, mas também de magistrados, servidores, colaboradores e da comunidade.

Em outras palavras, o Judiciário Acreano não ficará mais com armas depositadas em nenhum dos seus setores, sejam judiciais ou administrativos. A partir de agora, todo material apreendido não ficará mais depositado em nenhuma unidade da Justiça, antes, pelo contrário, será encaminhado diretamente para destruição ou outros procedimentos legais cabíveis.

Os armamentos, sobretudo os de grosso calibre, já foram transferidos às organizações militares, sendo destinados para depósito ou inutilização. O material foi contabilizado, catalogado, numerado e lacrado, antes do envio.

A Assessoria Militar do TJAC, responsável pelo controle de armas e munições apreendidas, encaminhou todo o armamento para a área de segurança, em um trabalho que teve o apoio da Polícia Militar do Estado do Acre.

Postado em: Notícias | Tags:, ,

Fonte: Publicado em 20/12/2017