Balcão Virtual de atendimento começa a funcionar para unidades judiciais da Capital e Cruzeiro do Sul

Serviço permite que partes ou advogados sejam atendidos, no horário de expediente, das 9h às 18h, em sala virtuais de maneira similar ao balcão de atendimento presencial

Está precisando tirar alguma dúvida no balcão de atendimento das unidades jurisdicionais? Agora, mesmo mantendo as medidas de isolamento, com os servidores em home office, é possível entrar nas salas virtuais das unidades do Poder Judiciário do Acre desejada e conversar com um servidor, recebendo auxílio de forma similar ao balcão de atendimento presencial.

O serviço, chamado de Balcão Virtual, é realizado mediante a ferramenta do Google Meet e durante o horário de expediente, das 9h às 18h. Com a ampliação dos canais procura-se aperfeiçoar o atendimento as partes, advogados e pessoas que precisem de alguma informação ou orientação.

Neste link, você encontra a lista com os endereços de todas as salas virtuais da Justiça acreana. Neste momento as unidades jurisdicionais da Comarca de Rio Branco e algumas de Cruzeiro do Sul estão com salas disponíveis. Mas, nesse local têm os telefones, WhatsApp e emails de todo o Judiciário, setores administrativos, unidades judiciais, comarcas e fóruns, para solicitar atendimento.

 

Como acessar?

Para ser atendido basta clicar no link da sala virtual da unidade desejada, preencher seu nome e apertar o botão “pedir para participar”. A entrada na sala virtual será autorizada e você poderá conversar por meio de vídeochamada com o servidor da unidade.

O uso do balcão virtual não requer que você esteja conectado em seu email, mas estiver conectada na conta Gmail não será solicitado a inserção do nome, pois, o nome que aparecerá é o que está informado no seu email.

Segurança e continuidade

O Balcão Virtual foi instituído pela Portaria n.° 648/2021 da Presidência do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) e é uma ferramenta de aproximação do Poder Judiciário com o cidadão, por meio da tecnologia, além de garantir a proteção à saúde, tendo em vista que as medidas de restrição a circulação de pessoas se intensificaram com o agravamento da pandemia da COVID-19 no estado.

O serviço foi regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) através da Resolução n.°372, de 12 de fevereiro de 2021.

Mas, o Balcão Virtual não substitui o sistema de peticionamento do processo eletrônico, sendo vedado o uso para o protocolo de petições e não se aplica aos gabinetes dos magistrados, como estabelece a Portaria, assinada pela desembargadora-presidente, Waldirene Cordeiro.

Assessoria | Comunicação TJAC