TJAC conclui plano de ação para o descarte ou a guarda permanente de processos

Preservação de processos históricos, a partir de parâmetros que contemplarão um manual de gestão documental a ser criado, foi um dos principais eixos discutidos.

A Administração do Tribunal de Justiça do Estado do Acre concluiu, na tarde dessa terça-feira, 25, durante reunião de trabalho, conduzida pelo vice-presidente da Corte, desembargador Laudivon Nogueira, e pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Júnior Alberto, o plano de ação para o descarte ou guarda permanente dos processos judiciais e administrativos, no âmbito do Poder Judiciário Acreano.

Durante a reunião, a preservação de processos históricos, a partir de parâmetros que contemplarão um manual de gestão documental, com a devida temporalidade, a ser criado, foi um dos principais eixos discutidos.

Também ficou definido, que, vencidas todas as etapas da ação e publicada a norma que irá definir critérios para o descarte ou guarda permanente dos processos, a prática será iniciada pelo acervo da Comarca de Brasileia.

Da reunião de trabalho, também participaram o juiz-auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça (COGER), Leandro Gross, o diretor de Tecnologia da Informação, Raimundo José, a gerente de Acervos da Diretoria de Informação Institucional (GECOM-DIINS), Ana Cunha, e assessores da COGER e Vice-presidência do TJAC.

Postado em: COGER, Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Diretor da DIINS Atualizado em 13/08/2020