Novos juízes do TJAC são apresentados às ações de combate ao crime na Secretaria de Segurança

Pelo menos 15 novos magistrados do Judiciário acreano puderam conhecer como funciona o trabalho dos operadores de Segurança Pública, no início da noite desta sexta-feira, 16

O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), realizou uma apresentação para os 15 novos juízes empossados do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) sobre as principais ações da pasta e sobre o Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, no final da tarde desta sexta-feira, 16, na Sala de Operações e Gerenciamento de Crise da Sejusp.

Acompanhados pelo desembargador Elcio Sabo Mendes Junior, corregedor-geral da Justiça, os novos magistrados foram recebidos pelo secretário de Justiça e Segurança Pública, coronel Paulo Cézar Rocha dos Santos, pela secretária-adjunta, delegada Márdhia El-Shawwa Pereira e pelos técnicos de diversas áreas da Sejusp. O coronel Ulysses Araújo, deputado federal eleito, também participou do encontro.

Os mais recentes integrantes da magistratura acreana devem assumir as comarcas do interior do estado e, por isso, puderam entender a dinâmica do funcionamento da Sejusp, incluindo o Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, com validade de 10 anos e construído com a comunidade.

 

Eles também conheceram o funcionamento dos aplicativos Apolo, de reconhecimento facial por smartphones para checagem de suspeitos em operações policiais, Oráculo, também para consultas de indivíduos e análises criminais, e o Mulher Segura, para proteção de mulheres ameaçadas de violência por seus companheiros.

“É importante frisar aqui que o Tribunal de Justiça do Estado do Acre é um excelente parceiro nosso e que os senhores, nas comarcas do interior, serão parceiros imprescindíveis para a Segurança Pública, a exemplo de tantos colegas de vocês nos municípios do Acre, juízes que hoje nos orgulham por esse alinhamento em favor da proteção da população interiorana”, afirmou o secretário, antes de apresentar uma série de pontos sobre o Plano de Segurança.

O trabalho das Forças de Segurança no combate ao crime organizado e o narcotráfico nas fronteiras também foi repassado aos novos juízes.

Para o desembargador-corregedor do TJAC, a experiência do trabalho desenvolvido pela Sejusp, repassada de forma didática, acrescenta significativamente na vida profissional de cada magistrado. “É necessário esse entendimento e agradeço a acolhida do secretário Paulo Cézar, ressaltando que seguimos juntos trabalhando por uma sociedade pacífica e mais harmônica”, frisou Elcio Sabo Mendes Junior.

 Iniciativas do Ministério Público

Fotos: Tiago Teles/MPAC

No mesmo dia, os novos magistrados foram apresentados a iniciativas do Ministério Público acreano em defesa dos direitos da sociedade, especialmente no que se refere ao combate à criminalidade. O corregedor-geral Álvaro Luiz Pereira agradeceu a visita e falou sobre a importância de uma relação harmoniosa e saudável com o Poder Judiciário, destacando que, embora desempenhem papéis diferentes, todos trabalham juntos pela Justiça no estado.

Na ocasião, o promotor de Justiça e coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Bernardo Fiterman Albano, fez uma apresentação sobre a atuação do grupo no combate às organizações criminosas, destacando a prática de atos de investigação, diretamente ou em conjunto com organismos policiais e outros organismos.

Os magistrados também conheceram as instalações do Núcleo de Apoio Técnico (NAT) e os programas desenvolvidos no âmbito do órgão auxiliar para prestar apoio de inteligência e segurança institucional, técnico científico e operacional, por meio de servidores habilitados em áreas de conhecimento específico.(Fonte: MPAC)

Asscom/Sejusp e MPAC | Comunicação TJAC