Presidente do TJAC entrega novos computadores na Comarca de Acrelândia

Foram entregues 10 computadores para atender a área cível, que vão proporcionar agilidade no atendimento e também facilitar o trabalho dos servidores e servidoras

Computadores, celulares, internet são instrumentos essenciais de trabalho. Então, para que os serviços sejam prestados com eficiência também é preciso equipamentos que não travem, nem desliguem no meio dos procedimentos. Conscientes disso, a atual gestão do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) e a Corregedoria-Geral da Justiça dedicaram-se em comprar novos equipamentos e entregar para as comarcas do interior.

Nessa sexta-feira, 5, foi a vez da Vara Cível da Comarca de Acrelândia receber 10 novos computadores. Para o ato da entrega a presidente do TJAC, desembargadora Waldirene Cordeiro, junto o juiz-auxiliar da Presidência, Leandro Leri Gross, representante da Corregedoria-Geral da Justiça do Acre e equipe de diretores da gestão administrativa foram até a cidade.

Foto de servidores sentados no plenário do Tribunal do Júri e membros da gestão de pé atrás das caixas com os novos computadores

Priorização do 1º Grau

Durante o momento a magistrada conversou com as servidoras e servidores e enfatizou a importância das ações desenvolvidas conjuntamente por ela, pelo vice-presidente Roberto Barros e o corregedor-geral Elcio Mendes para atender as demandas, especialmente, as do 1º Grau de jurisdição, que é a porta de entrada, a base do Judiciário.

Tanto que a desembargadora determinou que as comarcas do interior e unidades do 1º Grau recebam o maquinário primeiro, somente depois, serão analisadas as outras solicitações. “É um momento de extrema felicidade. Eu vim aqui para confirmar a chegada desses computadores. A minha ordem foi: primeiro, o primeiro grau. Eles vão receber todo esse equipamento. Essa é uma compra, uma aquisição do Poder Judiciário do Acre, são quase mil computadores para atender o 1º Grau”. 

Para o servidor Ivanir Vasconcelos, há 18 anos integrante do Judiciário, sempre lotado em Acrelândia, os novos instrumentos de trabalho mais modernos auxiliam tanto na produtividade, quanto na qualidade de vida das servidoras e servidores.

“O computador novo ele traz mais agilidade ao nosso trabalho, mais eficiência. E com certeza o resultado será mais produtividade que iremos alcançar com essas novas máquinas, novos computadores. Aqui teve momento da gente está produzindo e parava tudo e com os novos computadores vai melhorar nosso trabalho e até trazer autoestima para nós, funcionários daqui”, disse Vasconcelos.

Ivanir Vasconcelos trabalhando no novo computador

Qualidade de vida e agilidade

O cronograma da Administração é realizar as entregas para os setores cíveis e depois para as unidades criminais. Com isso, é gerado impacto tanto na agilidade da tramitação dos processos, tornando a Justiça mais veloz para a população, quanto se garante melhorias nas condições estruturais para a equipe do Judiciário trabalhar.

Para a servidora Maria Vanda da Vara Cível de Acrelândia é essencial ter um bom computador para trabalhar. “Para mim foi ótimo, porque nós estávamos com as máquinas bem danificadas. Tinha momentos que as máquinas nem ligavam. Chegávamos para trabalhar e era uma demora para ligar e tinha dia que nem ligava. Então, com essas máquinas está ótimo”, comentou Vanda.

Outra que endossa a opinião dos colegas sobre o benefício trazido pelos computadores mais potentes, é Damaris de Oliveira. Repetindo várias vezes, quase como mantra, a frase “Eu sou servidora, estou aqui para servir”, ela falou sobre seu orgulho em pertencer ao quadro funcional do Judiciário acreano e do sentimento de satisfação em poder melhorar seu trabalho.

“Foi uma maravilha, foi uma benção para nós, porque estávamos aqui em uma situação muito difícil, trabalhar com os computadores velhos dando pane todos os dias. E agora com esses novos computadores a sabemos que vamos poder fazer o melhor possível para agilizar nossos processos”.

Emanuelly Falqueto | Comunicação TJAC